Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

Christopher Tolkien deixou a direção da Tolkien Estate!

by Eduardo Stark

De acordo com informação apresentada no site governamental do Reino Unido que trata sobre pessoas jurídicas registradas, ocorreu uma atualização nos dados da Tolkien Trust e Tolkien Estate (entidade dos descendentes de Tolkien que tem os direitos dos livros) em 10 de novembro de 2017. Nessa atualização pode ser visto que Christopher Tolkien resignou a sua condição de diretor da Tolkien Estate e Tolkien Trust em 31 de agosto de 2017.

Dessa forma, o filho do Tolkien que mais tratou de suas obras e que editou o Silmarillion e outros livros está livre de suas obrigações em relação aos direitos das obras do pai.

Atualmente, os diretores da Tolkien Estate são Steven Andrew Maier, Baillie Jean Tolkien (esposa de Christopher Tolkien), Michael George Reuel Tolkien (neto de Tolkien), Priscilla Mary Anne Reuel Tolkien (filha do Tolkien), e Simon Mario Reuel Tolkien (filho do Christopher Tolkien). Enquanto que Cathleen Blackburn permanece como secretária e advogada da Tolkien Estate.

O ato de Christopher Tolkien não estar mais a frente da direção da Tolkien Estate faz sentido, pois ele atualmente tem quase 100 anos de idade (na verdade 93 anos) e não está em condições para exercer a atividade.

Além disso, pouco depois dessa renuncia ao cargo, ocorreu a negociação dos direitos para se realizar uma série televisiva relacionada ao Senhor dos Anéis. E foi confirmado em 13 de outubro de 2017 que a Amazon Studios irá produzir a série nos próximos anos.

Christopher Tolkien deixa o cargo da The Tolkien Estate

 

O registro da renuncia está datado em 31 de agosto de 2017, mas é bem possível que isso já tivesse ocorrido meses antes. Uma vez que  em 29 de junho de 2017 a Tolkien Estate havia realizado um acordo judicial com a Warner Bross, em um processo movido por questões de quebra de contrato (veja mais AQUI). Naquele momento, segundo o represente da Warner na época “As partes estão satisfeitas por terem resolvido esta questão amigavelmente e têm interesse em trabalhar juntas no futuro.” O que demonstra que essa posição amigável em relação a adaptações estava presente desde essa época anterior a renúncia formal de Christopher Tolkien.

 

A decisão de vender os direitos para uma série televisiva

Christopher Tolkien se manteve em oposição a qualquer forma de adaptação das obras do pai. E declarou que não gostou dos filmes do diretor Peter Jackson. Com a renúncia de Christopher Tolkien provavelmente a família Tolkien decidiu seguir alguma diretriz do mesmo em relação a adaptações, antes de sua renuncia.

A decisão de vender os direitos para produzir a série televisiva deve ter partido dos membros da Tolkien Estate que são mais jovens. No caso Simon Tolkien (que tem atualmente 59 anos), Steven Andrew (que tem atualmente 58 anos), Michael Tolkien (atualmente com 74 anos) e Baillie Tolkien (atualmente com 75 anos).

Priscilla Tolkien está atualmente com 88 anos e de acordo com a nossa última correspondência, ela não se encontra em condições para tratar sobre questões de direitos das obras de seu pai.

Provavelmente, Baillie Tolkien, por ser esposa de Christopher Tolkien, manteve a mesma posição de ser contra adaptações das obras, contudo, ela seria uma voz única se fizesse uma oposição mais firme. Dessa forma, restou a negociação.

Atual formação da Tolkien Estate

 

O legado de Christopher Tolkien

                                                                                      

O autor de O Senhor dos Anéis dedicou grande parte de sua vida em escrever suas obras literárias, mas a maioria dos seus escritos não foi publicado. Coube ao seu filho editar os livros ao longo de toda a vida, com comentários e notas importantes para o enriquecimento dos leitores e entusiastas.

Tudo indica agora com mais clareza que as edições com participação de Christopher Tolkien se encerraram. No prefácio de Beren e Lúthien, lançado em junho de 2017, Christopher Tolkien parece que está se ‘despedindo’ de suas atividades como editor das obras de seu pai J.R.R. Tolkien. Conforme ele escreve: “Nos meus noventa e três anos, este é (presumivelmente) o meu último livro na longa série de edições dos escritos de meu pai, muito em grande parte inédito, e tem uma natureza um pouco curiosa.

Os trabalhos de Christopher Tolkien jamais podem ser esquecidos. Foram essenciais para a compreensão das obras do seu pai. Foram 24 livros editados e outras centenas com sua participação. A começar com a publicação do livro Sir Gawan and the Green Knight em 1975 e finalizando com Beren & Lúthien em 2017. Dentre esses livros se destacam o Silmarillion publicado em 1977, Os Filhos de Húrin em 2007 e a série de 12 volumes da História da Terra-média.

Livros editados por Christopher Tolkien

 

 

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather

Um comentário

  1. Talvez agora tenhamos uma chance de ver uma minissérie baseada em “O Silmarillion”? Com dez episódios de uma hora cada, seria possível contar a história de Beren e Luthien. ou Os filhos de Hurin!?

Trackbacks/Pingbacks

  1. Breaking News: Christopher Tolkien Mengundurkan Diri dari Tolkien Estate – The Lore Master: Blog Tolkien Indonesia - […] lebih rinci bisa ditemukan di situs Tolkien Society Brazil (gunakan alat penerjemah untuk […]

Deixar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: