Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

Baixe o Ebook “Nomes traduzidos das obras de J.R.R.Tolkien”,guia compativo de nomes inglês-português!


3239926014_e03d88d6d4_z

 

Após publicarmos nosso primeiro ebook contendo a lista ilustrada com todos os livros publicados de Tolkien e sobre Tolkien no Brasil (acesse AQUI para fazer o download). Agora apresentamos a vocês mais um ebook. Dessa vez o material foi enviado pelo Ronald Kyrmse, o tradutor dos livros do Tolkien no Brasil.A lista foi elaborada entre os anos de 1999 e 2002 quando estava traduzindo os Contos Inacabados da editora Martins Fontes.

O ebook contém a lista de nomes na forma original em inglês e na forma como ficou traduzida para o português na versão da editora Martins Fontes. Ele serviár como um verdadeiro guia comparativo de nomes para o leitor que quer entender um pouco mais desse assunto e para aqueles que estão analisando ou lendo as obras do professor Tolkien em inglês.

Então aproveitem!!! E por favor DIVULGUE DIVULGUE!!!

Acompanhe as novidades curtindo nossa fanpage no facebook AQUI, fazendo parte do nosso grupo no facebook AQUI, siga no twitter AQUI, se inscreva no nosso canal no youtube AQUI.

  Você pode fazer o download do ebook NOMES TRADUZIDOS DAS OBRAS DE J.R.R.TOLKIEN de forma gratuita AQUI. Ou acessar o documento diretamente online AQUI. Você pode conferir também logo abaixo:

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather
  • Mey Linhares RC

    Interessante. Só não entendi porque “Void” foi traduzido como “Nada”. Segundo o “Cambridge Advanced Learner’s Dictionary” a palavra “Void” significa “A large hole or empty space”. Uma sugestão: acredito que a palavra “vazio” se encaixaria melhor, até pelo contexto em que foi usada nas obras do Tolkien.

    • Felipe Almeida

      Bom, tradução sempre é algo complicado!
      Void significa sim, ao mesmo tempo, Vazio e Nada.
      Partindo do princípio que os dois são, em essência, a mesma coisa. A ausência de algo.
      Sempre existem palavras mais difíceis de serem traduzidas e compreendidas, de fato, em textos literários. Daí parte do julgamento do tradutor, tendo em vista o contexto e relações de tal vocábulo em meio a obra.
      Outro exemplo que tira o sono de tradutores é a palavra “Doom”, a qual pode significar destino, morte, malefício entre outras, e não há uma “forma correta” de tradução.