Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

Pastor acusa Tolkien e Lewis de serem satanistas!

Em outros posts, informamos que o Papa Francisco já havia lido os livros do Tolkien e até comentado a respeito em um sermão. E informamos também que existe um grupo de sacerdotes e membros da Igreja Católica que querem tornar Tolkien um santo. Há até uma palestra do Padre Ricardo falando a respeito do Tolkien. Vejam esses textos relacionando Tolkien e sua religião aqui:

PAPA FRANCISCO lê e recomenda os Livros de J.R.R. Tolkien

Homilia completa em que o Papa Francisco cita Bilbo Bolseiro e sua aventura

Grupo de religiosos quer tornar J.R.R. Tolkien um santo da Igreja Católica

Jornal oficial do Vaticano publica artigo sobre J.R.R. Tolkien

 Padre Paulo Ricardo diz que canonizaria O Senhor dos Anéis

Porém, é nosso dever também divulgar informações contrárias a essas ideias, especialmente se tentam ser fundamentadas. Da mesma forma que divulgamos informações sobre Tolkien e sua religião de forma positiva, temos também que divulgar outro ponto de vista a respeito. Em ambos os casos não damos nossas opiniões no texto (tentamos ser imparciais, mas é muito complicado), apenas informamos e deixamos nossos leitores comentarem e dizerem se aprovam ou não.

———

Nos dias atuais, não é incomum ver pessoas de grande sucesso serem acusadas por alguns religiosos, de terem vendido a alma ao diabo ou serem adeptos do satanismo. O exemplo mais conhecido no Brasil é o caso da apresentadora Xuxa, que foi acusada de ser satanista por um pastor.

Os livros do professor Tolkien são um sucesso mundial desde que foram publicados e com os filmes de Peter Jackson isso foi ampliado ainda mais.

Vendo esse sucesso, a primeira pessoa a falar sobre Tolkien com acusações desse nível foi o pastor norte americano John Wayne Todd (1949-2007), que diz ter nascido em uma família de magos e que se converteu ao cristianismo e que é um ex-iluminati (mas que foi exposto como fraude nesse artigo AQUI). John Todd palestrava em diversas igrejas contra o jogo de RPG Dungeons & Dragons, Catolicismo, Rock Cristão e neo paganismo. No final da década de 70, gravou uma palestra em que fala que C.S. Lewis e J.R.R. Tolkien são praticantes de magia e membros da Golden Dawn (sociedade hermética que fez parte Aleister Crowley)

Na verdade, existiu um membro dos Inklings que foi membro dessa sociedade hermética: Charles Williams, que era amigo de C.S. Lewis. Charles Williams também era membro da Rosa Cruz e conhecia bem o taro e a cabala (Ver. The Inklings, de Humphrey Carpenter). A amizade de Lewis com Charles Williams foi um dos pontos que fez com que Tolkien se afastasse do criador de Nárnia nos seus últimos dez anos de vida:

“Infelizmente deixou de ser assim cerca de dez anos atrás. Fomos separados pela primeira vez com a súbita aparição de Charles Williams, e depois por seu casamento…” (Carta 252 em As Cartas de J.R.R. Tolkien Ed. Humphrey Carpenter)

 Na carta 257, Tolkien disse o seguinte:

“Sim, C.S.L. foi meu amigo mais próximo de cerca de 1927 até 1940, e permaneceu muito caro a mim. Sua morte foi um golpe doloroso. Mas de fato nos víamos cada vez menos após ele ficar sob a influência dominante de Charles Williams, e ainda menos depois de seu casamento muito estranho..” (Carta 257 em As Cartas de J.R.R. Tolkien Ed. Humphrey Carpenter).

 E aqui ele descreve um pouco de sua relação com Charles Williams:

 “Conheci Charles Williams apenas como um amigo de C.S.L., a quem encontrei em sua companhia quando, por causa da Guerra, ele passava boa parte de seu tempo em Oxford. Gostávamos um do outro e gostávamos de conversar (principalmente em gracejos), mas não tínhamos nada para dizer um ao outro em níveis mais profundos (ou mais elevados). (Carta 276 em As Cartas de J.R.R. Tolkien Ed. Humphrey Carpenter).

Então, Tolkien não tinha uma relação muito intima com Charles Williams. Lewis era um amigo mais próximo, o que evidentemente não quer dizer que ele também era um membro da Golden Dawn. Não há nenhum documento ou registro que indique qualquer participação de Tolkien e Lewis com essa ordem.

Pode-se dizer que John Todd não tinha um nível aprofundado sobre a vida de Tolkien, por ter feito afirmação que não condiz com a realidade e pelo fato que muitas obras e textos sobre a vida do Tolkien e Lewis não haviam sido publicados na época que gravou o áudio.

Seguindo essa mesma “corrente de pensamento”, alguns pastores anti católicos afirmam as mesmas coisas que John Todd. Como ocorreu ontem em 30 de agosto de 2014, o pastor norte americano Bryan, publicou três vídeos de mais de três horas apontando seus argumentos de que Tolkien e C.S. Lewis são satanistas e estão no inferno. O título da palestra é “Expondo Tolkien e seu satanico Senhor dos Anéis”.

Apontando para os livros de Tolkien o Brother Bryan diz que “todo esse material é satânico, é pagão, é bruxaria. Não há simbolismo cristão aqui algum. O que Tolkien representa é mitologia nórdica e bruxaria. Isso nunca foi cristão. J.R.R. Tolkien está no inferno queimando agora. Eu garanto a você isso, provando nesse vídeo”.

pastor bryan

Ele apresenta uma série de livros que estudou e material que adquiriu, na intenção de mostrar que estudou a fundo por vários anos as obras de Tolkien. Mostra símbolos e imagens da cultura nórdica para mostrar que Tolkien teve referências pagãs (não cristãs) para formar suas histórias.

Em uma pasta ele fez uma seleção de citações de cartas de Tolkien sobre aspectos religiosos e sua obra e ao longo do vídeo vai mostrando essas partes e fazendo sua interpretação.

Para ele o catolicismo não é cristão, portanto, mesmo Tolkien sendo católico ele não seria cristão e sua obra também não. Em seu canal no youtube podem ser vistos vários vídeos com ideias anti católicos. Durante o vídeo afirma que “se você for católico e morrer, irá par ao inferno”.

Ele faz duras criticas a livros que leu, tais como “Encontrando Deus em O senhor dos Anéis”, “O Evangelho de acordo com  O Senhor dos Anéis” e outros.Tais livros tentam relacionar as obras de Tolkien com o cristianismo e a Bíblia.

Durante os vídeos, ele não pouca esforços em mostrar também que C.S. Lewis não era um cristão e também em seus livros não há alegorias ao cristianismo e reforça o fato de Lewis ter sido um ateu e permanecer ainda como tal, por tratar o cristianismo como uma mitologia e não como uma realidade. Bryan afirma que a Bíblia tem que ser estudada literalmente: “eu acredito que tudo foi criado em sete dias e em tudo o que está escrito na Bíblia.”. O pastor é defensor da Bíblia traduzida pelo Rei James, como sendo a verdadeira e mais fiel tradução da Bíblia para o inglês.

Em suas citações de cartas e da biografia de Tolkien, ele passa um tempo citando trechos que mostram que Tolkien e Lewis tinham uma vida que não seria de um cristão ideal, pois saiam para pubs, bebiam e fumavam. E que Lewis não poderia ser considerado o maior apologista cristão do século XX “por ter tido essa vida desregrada”.

Em suas análises, chega a afirmar no terceiro vídeo que O Retorno do Rei simboliza o Retorno do Anticristo e que Minas Tirith seria o Vaticano. E que O Um anel seria a própria Bíblia que o anticristo quer destruir.

Ao final do terceiro vídeo diz que todo cristão não deve ler as obras de Tolkien, não deve doá-las para bibliotecas públicas ou escolas, mas deve “queimar todos juntos em uma fogueira. E é o que vou fazer com todos esses livros”.

Os vídeos são os seguintes, todos em língua inglesa:

PARTE 1

PARTE 2

PARTE 3

 

Deve ser ressaltado que esse tipo atitude não é apenas feito nos Estados Unidos. Há algum tempo, foi feito um vídeo da Igreja Universal mostrando que J. K Rowling escreveu “O Senhor dos Anéis” e que fez um pacto com o diabo para conseguir um sucesso literário e nos cinemas com os filmes (sim, eles falaram que J.K. Rowling é autora do Senhor dos Anéis):


 

Para discutir o tema, recomendamos nosso grupo no facebook (https://www.facebook.com/groups/tolkienbrasil/). Lembrando que seria interessante deixar seus comentários e opiniões também nos próprios videos do pastor  (talvez ele queira um pouco de atenção).

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather

8 comentários

  1. Alexandrescalcon /

    quanta merda!esse pastor não tem mais o que fazer!Agora por um livro ter elfos,anões e bruxos é do demônio?pastorsinho filho da puta!

  2. Valdemar /

    Este indivíduo que se auto nomeia pastor para guiar a humanidade teria que ter um diferencial muito grande de inteligencia. Pelo que ele anda falando, não vejo conciencia e sim um discurso bobo que só engana gente despreparada. Isso só serve para me fazer rir. Não tenho pena de seus seguidores porque são pessoas de pensamento preguiçoso que querem comprar o reino do céus com coisas da terra.

  3. Vinicius Nogare /

    As obras de Tolkien não indicam nenhuma referencia ao “anticristo” e idiotices assim.São excelentes e sem nenhuma apologia ao satanismo.

  4. Maiara Soares /

    Eu nem sei o que pensar sobre quem diz uma coisa dessas! “Quem é católico não é cristão” Esse cara ao menos estudou história ou o período barroco na literatura?! Acho que quase todos sabem que a religião evangélica é derivada da católica… J.K.Rowling criou o Senhor dos Anéis? Mas gente… E queimar os livros… :O doem pra mim!
    Eu respeito as várias religiões que existem, mas não respeito hipocrisia! É burrice mesmo! Um livro didático do ensino fundamental desmente maioria das coisas que esse cara falou!
    E quem é ele pra dizer quem está no céu ou no inferno?! Se ele fosse realmente cristão ele saberia que isso quem decide é Deus!

  5. Por favor, peço a Tolkien Brasil que fale também sobre evangélicos e pastores sérios, para evitar que os leitores criem em suas mentes um contraste entre a opinião que os católicos tem de Tolkien com a opinião que os evangélicos tem, nos únicos termos que já foram colocados. As Crônicas de Nárnia, O Senhor dos Anéis e O Silmarillion são obras muito aceitas nas igrejas protestantes históricas como compatíveis aos valores e a moral cristã. Esse tipo de posicionamento ignorante igual ao desse pastor não representa o pensamento evangélico como um todo (entendo que vocês em momento algum disseram que representasse, só quero evitar que os leitores caiam nesse erro).

  6. Aproveitando o começo do canal Universo Tolkien, acho uma boa oportunidade para a Tolkien Brasil produzir um vídeo biográfico do professor, Desmentindo cada bobagem que o pastor falou sobre o professor. 🙂

  7. Pedro Ivon /

    No último vídeo do “PACTO COM DEUS OU COM O DIABO?” eu gostaria de observar alguns pontos: Eles mostram imagens do livro “As Duas Torres” e nesse mesmo livro tem o nome do Tolkien, então como eles ainda dizem que foi J.K.Rowling que escreveu? E pior: “A Triologia Harry Potter”, sendo que logo depois eles falam “O Sexto filme”. E depois “A Warner Brother”. Esse vídeo é sério? Me digam que foi comédia.

Deixar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: