Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

“Os elfos de Tolkien têm orelhas pontudas?” por Michael Martinez

michaelmartinez

Michael Martinez é um dos mais conhecidos Tolkienistas (escritor de Tolkien). Michael é autor de Visualizing Middle-earth, Parma Endorion: Essays on Middle-earth, 3rd Edition, and Understanding Middle-earth: Essays on J.R.R. Tolkien’s Middle-earth.Suas colunas são conhecidas por todo o mundo, pois já foram traduzidas para oportuguês, espanhol, grego, italiano, húngaro, finlandês, hebraico, e outros idiomas.

 

Os elfos de Tolkien têm orelhas pontudas?

Até hoje, nenhuma das histórias escritas por J.R.R. Tolkien foram publicadas nas quais os seus elfos são descritos como tendo orelhas pontudas. Não há referências a orelhas élficas em qualquer história de Tolkien publicada. Quando os fãs perguntam se os elfos de Tolkien têm orelhas pontiagudas, as pessoas referem-se geralmente a dois textos polêmicos que nunca foram integrados em qualquer das histórias de J.R.R. Tolkien. O primeiro texto é o retirado da Carta n º 27, que Tolkien escreveu em Março ou Abril de 1938 em resposta à Houghton Mifflin Company, que pediu desenhos para serem usados na edição americana de O Hobbit.

“Eu tenho medo, que se você vai precisar de desenhos de hobbits em várias atitudes, eu devo deixar isso nas mãos de alguém que saiba desenhar. As minhas próprias imagens são um guia inseguro – por exemplo, a imagem do Sr. Baggins no Capítulo VI e XII. A muito mal desenhada no capítulo XIX é um guia melhor do que estas impressões em geral.

Eu imagino uma figura bastante humana, e não uma espécie de coelho “fadas” como alguns dos meus críticos britânicos parecem gostar: mais gordinho no estômago, mais curto na perna. Um rosto jovial redondo; orelhas apenas ligeiramente pontiagudas e ‘élficas’, cabelo curto e encaracolado (castanho). Os pés dos tornozelos para baixo, cobertos com pelo castanho peludo. Roupas: calças de veludo verde, colete vermelho ou amarelo, casaca castanha ou verde; botões de ouro (ou latão), um capuz e capa verde-escuro (pertencente a um anão).

Tamanho real – só é importante se outros objetos estiverem na imagem – digamos cerca de três pés ou três pés e seis polegadas (cerca de 91,5 cm ou 109,7 cm). O hobbit na imagem do ouro acumulado, Capítulo XII, é claro (além de ser gordo nos lugares errados) enormemente muito grande. Mas (como os meus filhos, pelo menos, entendem) ele está realmente numa imagem separada ou ‘plano’ – sendo invisível para o dragão.”

Não pode haver dúvida de que Tolkien imaginou os seus Hobbits como tendo orelhas pontudas. A melhor representação é que o próprio Tolkien desenhou de Bilbo está na imagem “Ninho da Águia”, onde Bilbo está acordando. Podemos ver claramente a orelha alongada de Bilbo. Permitindo a própria auto-depreciação de Tolkien, podemos argumentar que o alongamento pode ser involuntariamente exagerado ou talvez intencionalmente para dar ênfase.

bilbo-baggins-by-tolkien

Ninho da Águia

Como não há controvérsia quanto à forma das orelhas Hobbit, as pessoas rapidamente caem no debate se as orelhas Hobbit são uma referência aceitável para a forma das orelhas élficas (baseando-se na carta citada acima). Há dois problemas com o uso da carta para argumentar que os elfos de Tolkien têm orelhas pontiagudas. Primeiro de tudo, nenhum biógrafo ou pesquisador de Tolkien estabeleceu que qualquer pessoa na Houghton Mifflin Company teria visto uma imagem ou história de Tolkien retratando Elfos com orelhas pontiagudas. Em segundo lugar, o adjetivo “élfico” é atestado em uso generalizado que remonta pelo menos ao tempo de Shakespeare. O Etymology Online Dictionary diz que a palavra remonta ao século XIV (1300, Inglaterra), bem antes de Shakespeare. Portanto, não podemos nem mostrar que os funcionários da Houghton Mifflin teriam tido qualquer conhecimento dos Elfos de Tolkien (diferente do que é dado no texto de O Hobbit) nem que o próprio Tolkien estava usando “élfico” de qualquer forma peculiar nas suas próprias histórias.

Agora, nós não temos que deixar a discussão com O Hobbit. Há uma outra pintura famosa que Tolkien fez chamada “Beleg encontra Gwindor em Taur-nu-Fuin” na qual o Elfo Sindarin/Noldolin Beleg encontra Gwindor de Nargothrond a dormir na floresta. Tecnicamente, o segundo elfo (não mostrado aqui) é Flinding e Beleg é um “Noldo”. Christopher Tolkien sugere que a pintura foi feita em 1927 ou 1928 (Cf. O Livro dos Contos Perdidos, Parte II, “Turambar e o Foalokë”). É muito difícil examinar as imagens em detalhe suficiente para ver seus rostos, muito menos as suas orelhas. O rosto de Flinding/Gwindor está escondido mas como você pode ver aqui o rosto de Beleg é barbudo. Portanto, esta pintura não ajuda a resolver a questão, os Elfos de Tolkien têm orelhas pontudas?

beleg-by-tolkien

Beleg encontra Gwindor em Taur-nu-Fuin

Como um aparte: não estão os fãs de Tolkien convencidos de que os seus elfos são sem barba? Ainda assim, não podemos ver o suficiente da orelha de Beleg para saber se é pontuda ou não. Assim, na falta de qualquer evidência de um elfo de orelhas pontudas nesta pintura, temos que superar o fato de que Beleg tem uma barba a fim de racionalizar ou justificar o uso desta imagem para argumentar que os elfos de Tolkien têm orelhas pontiagudas. (De fato, todo o debate do elfo barbudo foi lançado pela Vinyar Tengwar, mas isso é outra história). Ainda assim, algumas pessoas continuam convencidas de que os elfos de Tolkien têm orelhas pontudas. Porquê?

A última peça de evidência que as pessoas usam para defender que os elfos de Tolkien tem orelhas pontudas é uma entrada de “As Etimologias”, um glossário de palavras Élficas pré-Senhor dos Anéis que Christopher Tolkien publicou em The Lost Road and Other Writings.

Las (1)

*lasse ‘folha’: Q lasse, N lhass; Q lasselanta ‘folha-queda, outono’, N lhasbelin (*lassekwelene), cf. Q Narquelion [ KWEL ]. Lhasgalen ‘Folhaverde’ (Nome gnomo de  Laurelin). (Algumas pessoas pensam que isto é relacionado com o próximo e *lasse ‘orelha’. As orelhas Quendian eram mais pontiagudas e em forma de folha que [humanas].)

Las (2)

‘ouvir’. N lhaw ‘orelhas’ (de uma pessoa), velha dupla *lasu – daí singular lhewig. Q lar, lasta- ‘ouvir’; lasta ‘ouvir, escutar’ – Lastalaika ‘orelhas-afiadas’, um nome, cf. N Lhathleg. N lhathron ‘ouvinte, escuta, bisbilhoteiro’ ( *la(n)sro-ndo ) ; lhathro or lhathrando ‘escutar, bisbilhotar’.

Bem, isso parece bastante convincente, não é? A expressão “mais pontudas e em forma de folha […]” implica claramente alguma medida de pontiagudez. No entanto, Christopher não tinha a certeza de que o seu pai tinha escrito “humano” no final da frase. É difícil imaginar o que mais poderia lá ir mas não há necessidade de discutir sobre o palpite de Christopher. Orelhas humanas podem de fato parecer muito pontudas. Tolkien certamente teve a oportunidade de observar o quanto.

naturally-pointed-ears

Orelhas humanas podem de fato parecer muito pontudas naturalmente

Mas ainda há um problema: Nenhuma das histórias de Tolkien menciona orelhas élficas. Então se você está procurando uma prova de que os elfos de Tolkien têm orelhas pontudas, você não vai encontrar nenhuma. De fato, em todas as passagens em que as personagens ou as narrativas identificam quaisquer características particularmente “élficas” sobre Elfos em histórias de Tolkien, as referências são ou os rostos dos elfos ou os seus olhos. Como exemplo, em “Narn i Chin Hurin” (Contos Inacabados de Númenor e da Terra-Média) lemos o seguinte:

Desta forma Sador falava a Túrin à medida que envelhecia; e Túrin começou a fazer muitas perguntas que Sador achou difíceis de responder, pensando que os outros mais semelhantes deveriam ter tido o ensino. E um dia Túrin lhe disse: “Foi Lalaith de facto como uma criança élfica, como meu pai disse? E o que ele quis dizer, quando ele disse que ela era mais breve?

Muito semelhante,” disse Sador; “pois na sua primeira juventude os filhos dos homens e elfos parecem muito semelhantes. Mas os filhos dos homens crescem mais rapidamente e, a sua juventude passa logo; tal é o nosso destino.”

Ainda não tem certeza se os elfos de Tolkien têm ou não orelhas pontudas? No ensaio “Leis e Costumes Entre os Eldar”, publicado em Morgoth’s Ring, Tolkien escreveu:

Os Eldar crescem em forma corpórea mais devagar do que os homens, mas em mente mais rapidamente. Eles aprenderam a falar antes de terem um ano de idade; e ao mesmo tempo eles aprenderam a andar e dançar, pois as suas vontades vieram logo para o domínio dos seus corpos. No entanto, houve menos diferença entre as duas famílias, Elfos e Homens, na juventude; e um homem que observava crianças-elfos a jogar poderia muito bem ter acreditado que eles eram os filhos dos homens, de algumas pessoas justas e felizes. Pois nos seus primeiros dias crianças-elfos ainda se deliciavam no mundo sobre eles, e o fogo do seu espírito não os tinha consumido, e a fardo da memória ainda estava claro sobre eles.

Este mesmo observador pode de fato ter-se perguntado sobre os pequenos membros e estatura dessas crianças, julgando a sua idade pela sua habilidade em palavras e graça em movimento. Pois no final do terceiro ano as crianças mortais começaram a superar os elfos, acelerando a uma plena estatura enquanto os elfos permaneceram na primeira primavera da infância. As crianças dos homens podem atingir sua altura máxima enquanto os Eldar da mesma idade ainda estavam no corpo como os mortais de não mais do que sete anos. Não até ao quinquagésimo ano os Eldar atingem a estatura e a forma em que suas vidas iriam perpetuar depois, e algumas centenas de anos se passariam antes que eles estivessem completamente crescidos.

Agora, se você chegou até aqui, provavelmente você está em dúvida, ou talvez convencido de uma forma ou de outra, ou à espera para o próximo ponto numa ladainha sem fim de isto por aquilo. Você não tem que aceitar que os elfos de Tolkien não tenham orelhas pontudas. Mas também podemos apontar para Tuor e Aragorn parecendo senhores Elfos nas histórias, e o Príncipe Imrahil, e as pessoas ainda vão apontar para a entrada em “As Etimologias”, uma obra à qual Tolkien voltou cada vez menos frequentemente nos anos depois que publicou O Hobbit.

Para ser honesto, se você ainda está perguntando ou discutindo que os elfos de Tolkien tinham orelhas pontudas, você provavelmente perdeu o verdadeiro sentido de tudo isso. Mesmo J.R.R. Tolkien parece não ter a certeza sobre se os seus elfos tinham orelhas pontiagudas.

Se J.R.R. Tolkien não poderia fazer a sua mente, não há nenhuma maneira que alguém possa estabelecer os fatos canônicos sobre o assunto. Então da próxima vez que você vir alguém perguntar se os elfos de Tolkien têm orelhas pontudas, apenas sorria conscientemente. Você está vislumbrando o início da jornada. Talvez ele te leve aqui; talvez em outro lugar.

galadriel orelha

________________________________________________________________________________

Tradução de Lia Margarida Silva,  graduada em Turismo da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Portugal.
Lia Margarida Silva,  graduada em Turismo da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Portugal. – See more at: http://tolkienbrasil.com/artigos/o-que-faria-bilbo-por-noble-smith/#sthash.h1KROOvU.dpuf
 
A tradução do texto foi autorizada pelo próprio autor Michael Martinez. Tendo como original o texto “Do Tolkien s elf have point ears?” publicado em 21 de Setembro de 2011 no seguinte site http://middle-earth.xenite.org/2011/09/21/do-tolkiens-elves-have-pointy-ears/
Facebooktwittergoogle_plusredditby feather

2 comentários

  1. brudel /

    Pra mim rassa elfica independentemente de ser das obras de tolkien ou nao tem orelha pontuda como caracteristica deles

  2. Tarfk Ant /

    Muito boa a leitura!

Deixar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: