Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

A Secret Vice, de J. R. R. Tolkien, será relançado em nova edição em abril

A Secret Vice: Tolkien on Invented Languages.

A Secret Vice: Tolkien on Invented Languages (clique para ampliar).

Por: Sérgio Ramos.

Publicado em: 18/02/2016.

 

 

Um dos livros de J. R. R. Tolkien que ainda não foram lançados no Brasil chama-se “The Monsters and the Critics and Other Essays”. Trata-se de uma coleção de ensaios e palestras publicada em 1983 por Christopher Tolkien.

Uma dessas palestras, A Secret Vice (1931) [algo como “Vício Secreto”], trata de línguas construídas e a relação de uma mitologia com a sua língua. Ela fala, por exemplo das línguas infantis animalic e nevbosh. São incluídos na palestra:

– Fragmento em nevbosh;

– Fragmento em naffarin;

– Poema Oilima Markirya;

– Poema Nieninque;

– Poema Earendel at the Helm;

– Fragmento em Noldorin.

Pois esta palestra será agora relançada em livro próprio pela Editora HarperCollins e com novos materiais relacionados. Veja a sinopse fornecida pela editora:

A Secret Vice

Tolkien on Invented Languages [Tolkien sobre Línguas Inventadas]

Primeiro estudo crítico do pouco conhecido ensaio de Tolkien, que revela como a língua moldou a criação da Terra-média e além, até o Game of Thrones de George R. R. Martin.

A invenção linguística de J. R. R. Tolkien era uma parte fundamental de sua produção artística, ao ponto em que, mais tarde em sua vida, ele atribuiu a existência de sua mitologia ao desejo de dar um lar a suas línguas e povos que as falassem. Como Tolkien coloca em A Secret Vice, “a construção da língua e da mitologia são funções relacionadas”.

Na década de 1930, Tolkien compôs e entregou duas palestras, nas quais ele explorou estes dois elementos-chave de sua mitologia sub-criada. A segunda destas, a palestra seminal para Andrew Lang para 1938-9, “Sobre Contos de Fadas”, a qual foi apresentada na Universidade de St Andrews na Escócia, é bem conhecida. Mas, muitos anos antes, em 1931, Tolkien deu uma palestra para uma sociedade filológica intitulada “A Hobby for the Home”, onde ele apresentou pela primeira vez a um público ouvinte a arte que ele tinha tanto encontrado quanto sido envolvido desde sua mais tenra infância: “a construção de línguas imaginárias na íntegra ou esquemas para diversão”.

Esta palestra seria editada por Christopher Tolkien para inclusão como “A Secret Vice” em The Monsters and the Critics and Other Essays e serve como a principal exposição da arte de Tolkien de inventar línguas. Esta nova edição crítica, que inclui anotações inéditas e rascunhos de Tolkien conectados ao ensaio, incluindo a sua ´Essay on Phonetic Symbolism´ [Ensaio sobre Simbolismo Fonético], vai de alguma forma ao encontro da reabertura do debate sobre a importância da invenção linguística na mitologia de Tolkien e o papel das línguas imaginárias na literatura de fantasia.

O lançamento está previsto para 07 de abril de 2016. A nova edição ficou a cargo de Dimitra Fimi e Andrew Higgins. O formato será de capa dura e virá com 300 páginas.

Este é mais um livro que, esperamos, possa ser traduzido para o português e lançado em terras brasileiras.

*Sérgio Ramos é membro da Tolkien Society e administrador do Tolkien Brasil. Servidor público, artista marcial e entusiasta de histórias de heróis.

*Sérgio Ramos é membro da Tolkien Society e administrador do Tolkien Brasil. Servidor público, artista marcial e entusiasta de histórias de heróis.

 

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather