Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

“As Duas Torres” por Natallie Alcantara

A blogueira Natallie Alcantara, de Belém-PA, mais uma vez contribui com uma resenha de um dos principais livros do professor Tolkien para publicação em nosso site.  Dessa vez contamos com o segundo livro da trilogia do Anel. Agrademos ao bom trabalho dessa jovem escritora e recomendamos o blog dela:      http://meucantinholiterario.blogspot.com.br

—————————————————————————————————————–

O Senhor dos Anéis (The Lord of the rings)           

As duas Torres

            Aragorn segue o rastro de Frodo até o topo do Amon Hen, de onde ouve o som da corneta de Boromir entre os gritos de orcs. Ele tenta ajudá-lo, mas Boromir já está agonizando, e em suas últimas palavras ele confessa seu ataque a Frodo e fala que os outros hobbits foram capturados. Após colocarem o corpo de Boromir em um barco para que siga rio abaixo, os três companheiros decidem sair à caça dos orcs e tentar salvar Merry e Pippin. A perseguição começa.

            No reino de Rohan, eles são informados por Éomer, sobrinho do rei Théoden, que ele e seus homens destruíram o mesmo grupo de orcs que Aragorn e seu grupo caçavam, sem encontrar nenhum hobbit. Éomer lhes dá cavalos e os três companheiros seguem em direção à floresta de Fangorn até o local da batalha. Naquela noite, um homem velho aparece e desaparece próximo ao seu acampamento e os cavalos fogem; eles suspeitam que possa ser o traidor Saruman.

            De volta aos hobbits, Pippin e Merry sofrem muito como cativos dos orcs. Eles escapam do ataque dos rohirrim aos orcs e se embrenham na floresta de Fangorn, onde conhecem Barbárvore, um ent. Os ents convocam um entebate e decidem se reunir para dar um fim as ameaças de Saruman. Eles atacam Isengard, onde está a Torre de Orthanc, habitação de Saruman. Os hobbits se unem a sua marcha.

Enquanto isso, Aragorn, Legolas e Gimli procuram o local da batalha, e encontram alguns pertences dos hobbits, o que confirma sua presença no local. Na procura contínua, alcançam a colina onde  Merry e Pippin tinham conhecido Barbárvore. Então eles encontram o velho que eles acreditavam ser Saruman, mas este revela ser Gandalf, que derrotou o balrog e voltou como Mago Branco.

            Gandalf lhes explica o que aconteceu com Merry e Pippin. O mago chama seu cavalo Scadufax, que vem acompanhado dos cavalos de Aragorn e Legolas e juntos rumam para Rohan, em cuja capital Edoras se encontra Meduseld, O Palácio Dourado. Nele vive o rei Théoden, cuja mente fora envenenada por Saruman através de um espião, o conselheiro Gríma Língua-de-cobra. Gandalf expulsa Grima, cura o rei de seus males, e o aconselha a enfrentar a ameaça de Saruman.

            Théoden convoca os homens para partir para a fortaleza do Abismo de Helm, onde preparam sua defesa. Os ataques intensos fazem com que os defensores se retirem para o Forte da Trombeta e para as cavernas do Abismo. No dia seguinte, o exército dos rohirrim sai da fortaleza e os orcs fogem, ao mesmo tempo em que Gandalf e o exército de Erkenbrand aparecem. Os orcs são cercados e empurrados para uma floresta que é, na verdade, um exército de huorns. Nenhum orc sai vivo.

            Finda a Batalha do Abismo de Helm, Théoden, Gandalf, Aragorn, Legolas e Gimli cavalgam até Isengard, onde encontram Merry e Pippin salvos, se fartando com as provisões da fortaleza do inimigo. Pela última vez, Saruman procura seduzir o grupo com sua voz persuasiva, mas Gandalf anula o feitiço e ainda o expulsa da ordem dos Istari. Ao mesmo tempo, Gríma atira uma pedra de vidro contra Gandalf.

Pippin, muito curioso, comete o erro de espiar no cristal, que na verdade é um palantír, e é tomado temporariamente pela mente de Sauron. No entanto, ele não revela nada, mas descobre uma parte dos planos do Senhor do Escuro: seu primeiro ataque será contra Minas Tirith, capital de Gondor. Gandalf propõe que os outros partam imediatamente, enquanto ele e Pippin cavalgam para Minas Tirith.

A ação se volta para Frodo e Sam, que estão atravessando as colinas das Emyn Muil. Eles encontram Gollum espreitando, mas a criatura é tão digna de pena que Frodo demonstra misericórdia, apesar de Sam não confiar nele. Frodo insiste, pois conhece o peso do Anel. Gollum reage com gentileza ao respeito demonstrado por Frodo e passa a guiá-los para Mordor.

            A criatura sugere que sigam para o sul na cidade fantasma de Minas Ithil até a passagem de Cirith Ungol. Eles são capturados pelos homens de Gondor, liderados por Faramir. Depois da luta contra os homens de Harad, ele leva os hobbits para um refúgio, onde Sam inadvertidamente revela o objetivo da missão. Diferente de seu irmão Boromir, Faramir revela grande força de caráter e os liberta para que possam cumprir sua tarefa.

            Os hobbits reiniciam sua jornada para Mordor, com Gollum como seu guia, e decidem atravessar as montanhas através de Cirith Ungol, local considerado maldito e perigoso. Este caminho os leva até uma escada talhada em um paredão de rocha, que termina em um túnel. O plano de Gollum é guiá-los através desse túnel e lá dentro entregá-los a Laracna, uma aranha gigantesca.

Eles encontram o animal e tentam escapar. No meio da luta, Gollum surge e ataca Sam, enquanto Laracna captura Frodo. Sam derrota a aranha, mas se desespera ao pensar que Frodo está morto. Ele decide assumir o fardo do anel e completar a missão de seu mestre e quando orcs se aproximam, descobre que o amigo só está paralisado. Ele assiste o grupo levar Frodo embora e não consegue atravessar os portões.

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather
  • Natallie Chagas

    Thanks 🙂