Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

O navio que levou os Portadores do Anel foi o último a zarpar da Terra-média para as Terras Imortais?

Arte dos irmãos Hildebrandt.

Arte dos irmãos Hildebrandt.

Por Sérgio Ramos*.

Pergunta: O navio que levou os Portadores do Anel foi o último a zarpar da Terra-média para as Terras Imortais?

Resposta: Em primeiro lugar, podemos ter certeza de um fato: os Portos Cinzentos, apesar de ser o principal lugar de onde os elfos deixavam a Terra-média para as Terras Imortais, não era o único porto de onde os navios élficos partiam para o Oeste. Temos como exemplo o porto de Edhellond, localizado no sul de Gondor, próximo a Dol Amroth.

Porto de Edhellond, próximo à região de Belfalas e Dol Amroth.

Porto de Edhellond, próximo à região de Belfalas e Dol Amroth.

Sabemos que Círdan, o Armador, tinha afirmado que permaneceria nos Portos Cinzentos até a partida do último navio. Mas que navio seria esse? Veja o que é dito n´O Silmarillion:

“Ora, todos esses feitos foram realizados em grande parte graças aos conselhos e à vigilância de Mithrandir; e nos dias finais revelou-se que ele era um senhor digno de enorme reverência; e, trajado de branco, entrou em combate. Mas, somente quando chegou sua hora de partir foi que se soube que ele por muito tempo havia sido o guardião do Anel Vermelho do Fogo. A princípio, esse Anel fora confiado a Círdan, Senhor dos Portos, que o havia transmitido a Mithrandir, pois sabia de onde ele viera e para onde afinal retornaria.

– Toma agora este Anel – disse ele -, pois tuas aflições e cuidados serão grandes, mas em tudo ele te dará apoio e te defenderá do cansaço. Pois este é o Anel do Fogo e, com ele, talvez tu consigas reativar nos corações a bravura de outrora num mundo que está esfriando. Quanto a mim, meu coração está no Mar; e vou permanecer junto às costas cinzentas, protegendo os Portos até a partida da última embarcação. Então esperarei por ti.

Branca era a nau; muito demorou sua construção e por muito tempo ela aguardou o final do qual Círdan falara. Porém, quando todos esses fatos aconteceram, e o herdeiro de Isildur havia assumido o comando dos homens, tendo sido passado para ele o domínio do oeste, também ficou claro que o poder dos Três Anéis havia finalmente terminado; e, para os Primogênitos, o mundo se tornara velho e cinzento. Nessa época os últimos noldor zarparam dos Portos e deixaram a Terra-média para sempre. E depois de todos, os Guardiões dos Três Anéis chegaram ao Mar. E o Mestre Elrond embarcou ali, na nau preparada por Círdan. No crepúsculo de outono, ela partiu de Mithlond, até que os mares do Mundo Curvo foram se afastando abaixo dela, e os ventos do céu arredondado não mais a perturbaram. E, sustentada no alto, acima das névoas do mundo, passou para o Antigo Oeste, e chegou o fim para os eldar de prosa e verso.” (J. R. R. Tolkien – O Silmarillion, Dos Anéis de Poder e da Terceira Era) (destaque nosso)

Partida nos Portos Cinzentos (arte de Ted Nasmith).

Partida nos Portos Cinzentos (arte de Ted Nasmith).

Percebemos, assim, que Círdan prometera ficar nos Portos Cinzentos até que dali partisse a última embarcação feita nas Costas Cinzentas, a qual levaria Gandalf de volta a Valinor. Ou seja, este foi realmente o último navio que partiu dos Portos Cinzentos (Mithlond), não necessariamente sendo o último navio élfico a partir da Terra-média como um todo.

De acordo com o Conto dos Anos, em 29 de setembro de 1421 da Terceira Era, partiu o navio branco levando Círdan, Gandalf, Galadriel, Elrond, Frodo e Bilbo.

No entanto, temos conhecimento de outro navio que partiu bem depois em direção das Terras Imortais. Foi a embarcação de Legolas e Gimli, que não partiu dos Portos Cinzentos, e sim de Gondor:

“Então Legolas construiu um navio cinzento em Ithilien, desceu navegando pelo Anduin, e depois através do Mar; com ele, conta-se, foi Gimli, o anão. E, quando aquele navio desapareceu, terminou a Sociedade do Anel na Terra-média.” (J. R. R. Tolkien – O Conto dos Anos).

É possível constatar que a partida de Legolas e Gimli foi posterior ao último navio de Círdan, até porque

Legolas e Gimli alcançam as margens de Valinor (arte de Ted Nasmith).

Legolas e Gimli alcançam as margens de Valinor (arte de Ted Nasmith).

foi com essa viagem que “terminou a Sociedade do Anel na Terra-média”. E este registro marca no Conto dos Anos o ano de 1541 da Terceira Era, mesmo ano do passamento do Rei Elessar.

Então, analisando-se as passagens e datas acima, conclui-se que Círdan se referiu ao último navio dos Portos Cinzentos, o qual carregou os portadores dos Três, juntamente com Bilbo, Frodo e Círdan, não tendo sido, portanto, o último navio élfico a zarpar da Terra-média, pois sabemos que o navio de Legolas e Gimli partiu 120 anos depois pelo sul, via Anduin. Pode ter havido outros que partiram ainda depois disso.

*Sérgio Ramos é membro da Tolkien Society e administrador do Tolkien Brasil. Servidor público, esportista e entusiasta de histórias de heróis.

*Sérgio Ramos é membro da Tolkien Society e administrador do Tolkien Brasil. Servidor público, artista marcial e entusiasta de histórias de heróis.

facebooktwittergoogle_plusredditby feather
  • Luiz Lages

    Vale lembrar que existe a sugestão de que Samwise Gangi também teria partido para Valinor.

  • Claudio Tiego

    Teve o do Sam também.

  • João Paulo Santos

    E o navio que buscou Sam? Em que época ele partiu? Ou não conta como partida, por ele ter vindo apena buscá-lo?

  • Leonardo

    Muito interessante esse artigo!

  • Luís Eduardo Formentini

    Vale lembrar a partida do Celeborn, que ocorreu em algum momento entre a partida da Galadriel (1 QE)
    e a morte da Arwen (120 QE). No Conto de Aragorn e Arwen está escrito
    que a Undómiel foi para Lórien e que “Galadriel já havia partido, e
    Celeborn também”.