Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

As biografias de J. R. R. Tolkien já lançadas no Brasil

Biografias de J. R. R. Tolkien lançadas no Brasil

Biografias de J. R. R. Tolkien lançadas no Brasil

Por: Sérgio Ramos*.

 

Todos sabemos a importância que J. R. R. Tolkien teve e tem para seus leitores, que vêm se encantando há décadas com suas obras. Sua influência ultrapassa as prateleiras e transborda para diversas outras mídias, tais como a música, o cinema, teatro, jogos, e por aí vai. Aqui no Brasil, já podemos ter acesso a muitas obras suas, pois, de uns anos para cá, passamos a contar com diversas versões nacionais de livros que já haviam sido publicados no exterior.

            Com o crescente interesse na Terra-média e em seu autor, é natural que os leitores busquem conhecer mais a pessoa que escreveu tantas páginas memoráveis que falam de heroísmo, bravura, tragédias, amor e diversas outras emoções. Ocorre que se chega à constatação de que, atualmente, praticamente só temos acesso a uma única biografia sobre J. R. R. Tolkien: embora três tenham sido publicadas até hoje no Brasil, que na verdade são duas, só se encontra facilmente uma. Deu para entender o nó?

            Vamos explicar!

            A primeira biografia lançada no Brasil se chama “J. R. R. Tolkien: Uma Biografia”, de Humphrey Carpenter, que foi publicada em 1992 pela Editora Martins Fontes, curiosamente antes que fosse publicado oficialmente qualquer livro de Tolkien por aqui (os livros da ArteNova não eram oficiais, sendo assim “piratas”).

            A biografia de Carpenter é a oficial e reconhecida até hoje como a mais completa, detalhada e a que melhor mostra a natureza de J. R. R. Tolkien. Isso porque Carpenter, além de seu talento natural como biógrafo, teve acesso

J. R. R. Tolkien: Uma Biografia, de Humphrey Carpenter. Editora Martins Fontes (1992).

J. R. R. Tolkien: Uma Biografia, de Humphrey Carpenter. Editora Martins Fontes (1992).

a praticamente todos os papéis e documentos da Família Tolkien, ou seja, sua biografia foi escrita a partir de fontes primárias: cartas de Arthur Tolkien (pai de J. R. R.), manuscritos, papéis arquivados, entrevistas de rádio, cartas do próprio Tolkien, suas obras e, principalmente, ele chegou a entrevistar pessoalmente o autor de O Senhor dos Anéis.

            Esta biografia apresenta um belo panorama da vida de Tolkien: seus estudos, o interesse pelas línguas antigas, o amor por Edith e a criação da Terra-média. A leitura é fluida e faz aumentar em muito a empatia por Tolkien. O único problema é que este livro nunca foi relançado aqui no Brasil! Vinte e três anos se passaram desde a primeira edição e agora só é possível encontrar alguma unidade em sebos ou por meio de colecionadores particulares, com exemplares desgastados pelo tempo numa edição paperback, como é tradicional por aqui, com páginas já amareladas e muitas vezes corroídas, sem falar no preço “salgado”, afinal de contas trata-se de um livro esgotado.

            Dez anos depois do lançamento do livro de Carpenter aqui, a Editora Europa América apresentou a biografia escrita por Michael White, que foi disponibilizada em 2002, com quase o mesmo título daquela de Carpenter: “Tolkien: Uma Biografia”. A biografia de White foi feita baseada em fontes secundárias, ou seja, a própria obra de

Tolkien: Uma Biografia, de Michael White. Editora Europa América (2002).

Tolkien: Uma Biografia, de Michael White. Editora Europa América (2002).

Carpenter e outras biografias, bem como websites. Não chega, assim, a ser tão pura quanto a anterior, e foca mais na repercussão da Obra Tolkieniana e nos fatos ao redor do Professor mais do que em sua vida privada. Esta tradução do livro de 2002 não foi muito considerada pelos fãs devido a algumas impropriedades do texto traduzido, mas a imagem da capa é muito bonita, pois apresenta uma foto de Tolkien sentado aos pés de uma grande árvore, e sabemos o quanto o Professor amava a natureza. Ainda é possível encontrar este livro em algumas livrarias, embora não seja tão comum.

            Eis que, onze anos depois (em 2013), a biografia de Michael White é relançada no Brasil, agora pela Editora DarkSide, que publicou um texto com nova e competente tradução e diagramação primorosa – uma bela capa dura (fato raro em livros nacionais) e uma linda imagem que reflete um Tolkien em cores quase místicas acendendo seu famoso cachimbo. O título, “J. R. R. Tolkien: O Senhor da Fantasia”, é uma homenagem àquele que é considerado o pai da alta fantasia moderna. Este livro é facilmente encontrado nas melhores livrarias do país.

            Para saber mais sobre o livro “O Senhor da Fantasia” e como o TOLKIEN BRASIL teve uma participação nesta publicação, veja nossa resenha AQUI.

J. R. R. Tolkien: O Senhor da Fantasia, de Michael White. Editora DarkSide (2013).

J. R. R. Tolkien: O Senhor da Fantasia, de Michael White. Editora DarkSide (2013).

            Assim, essas são as três biografias já lançadas no Brasil: a primeira está esgotada, a segunda ainda é possível de achar (porém sua tradução não é muito cuidadosa) e a terceira é um belo livro que serve de complemento à biografia oficial.

            Levando-se em consideração que “O Senhor da Fantasia” dá um panorama da repercussão dos livros e obras cinematográficas baseadas nos escritos de Tolkien e a biografia de Carpenter é a oficial e que mostra a pessoa J. R. R. Tolkien em sua totalidade, fica registrado aqui o apelo do TOLKIEN BRASIL para que alguma editora se dignifique em republicar a biografia de Humphrey Carpenter, pois o mercado ávido de leitores tolkienianos está urgentemente exigindo isso.

Sobre o livro “As Cartas de J. R. R. Tolkien”

Fazemos aqui uma menção especial ao livro “As Cartas de J. R. R. Tolkien”, editado por Humphrey Carpenter (sim, o mesmo que escreveu a biografia oficial), e lançado no Brasil em 2006 pela Editora Arte e Letra. Trata-se de

As Cartas de J. R. R. Tolkien, editado por Humphrey Carpenter. Editora Arte e Letra (2006).

As Cartas de J. R. R. Tolkien, editado por Humphrey Carpenter. Editora Arte e Letra (2006).

um compêndio de mais de trezentas cartas escritas por Tolkien para familiares, amigos, conhecidos, contatos profissionais, editores, entre outros, que dão uma excelente visão do autor, seja de sua obra propriamente dita, já

que, em muitas dessas cartas, ele explica pontos do seu Legendarium, seja de sua vida, pois as cartas mostram o próprio Tolkien se manifestando em diversos aspectos que lhe eram importantes: o amor pela esposa e seus filhos, a devoção católica, o que ele pensava da guerra, influências e diversos outros assuntos que permearam sua história. Não é uma biografia no sentido estrito, mas é um livro que, absolutamente, revela com clareza  a magnitude biográfica de J. R. R. Tolkien.

*Sérgio Ramos é membro da Tolkien Society e administrador do Tolkien Brasil. Servidor público, esportista e entusiasta de histórias de heróis.

*Sérgio Ramos é membro da Tolkien Society e administrador do Tolkien Brasil. Servidor público, artista marcial e entusiasta de histórias de heróis.

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather