Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

HEREN HYARMENO e os fãs de Tolkien no Brasil – Como começou … até 2003 – Ronald Kyrmse

ronaldkyrmse

Ronald Kyrmse é professor, engenheiro, fiscal da Fazenda, tradutor e pesquisador. Participou como consultor sobre Tolkien nos livros o Hobbit, Senhor dos Anéis e Silmarillion e traduziu praticamente todos os outros livros de Tolkien no Brasil. Sua última tradução foi “Árvore e Folha” e “A queda de Artur” lançados pela editora Wmf Martins Fontes.

Heren Hyarmeno and Tolkien Fans in Brasil - How it began … until 2003
Heren Hyarmeno e os Fãs de Tolkien no Brasil - Como começou … até 2003

 

by Ronald Kyrmse

 

The first “Tolkienian society” I know of in Brasil was Heren Hyarmen, the “Order of the South”, which met at my apartment on 1989-03-19. After having organised various names, addresses and phone numbers of people who responded to a notice put up at Livraria Book Centre in S. Paulo, I decided to invite all those who wished to come on that day…

A primeira “sociedade tolkieniana” no Brasil de que tenho conhecimento foi a Heren Hyarmen, a “Ordem do Sul”, que se reuniu em meu apartamento em 1989-03-19. Após organizar vários nomes, endereços e telefones de pessoas que responderam a um cartaz colocado na Livraria Book Centre em S. Paulo, resolvi convidar para aquele dia todos os que quisessem vir…

 

This is part of the group that got together:

Esta é uma parte do grupo que se reuniu:

Heren Hyarmeno 1

[Claudio Quintino, Silvio Compagnoni Martins, Dagny Fischer, Ronald Kyrmse, Carlos Francisco de Morais, Erik Pedreira Munne, Gerhard Waller]

The name “A Companhia do Anel” ["The Fellowship of the Ring"] was soon changed to Heren Hyarmen, and thus it remained for many meetings. The official correspondence with the Tolkien Society elicited the following reply:

O nome “A Companhia do Anel” foi logo mudado para Heren Hyarmen, e assim permaneceu durante muitas reuniões. A correspondência oficial com a Tolkien Society produziu a seguinte resposta:

Heren Hyarmeno 2

Heren Hyarmeno 3

[...] As far as I know, the Heren Hyarmen is the first Smial in Latin America. However, you cannot lay claim to being the first in the Southern Hemisphere as there have been two in Australia over the past 12 years. Both have not survived to this day, so at the moment your smial is the ONLY one in the Southern Hemisphere! [...]

[...] Até onde sei, O Heren Hyarmen é o primeiro Smial da América Latina. No entanto vocês não podem reivindicar serem o primeiro do Hemisfério Sul, pois existiram dois na Austrália nos últimos 12 anos. Nenhum deles sobreviveu até os dias de hoje, portanto no momento o seu smial é o ÚNICO do Hemisfério Sul! [...]

On 2003-01-09, Claudio and I, with the help of Mary Farah and Carlos Eduardo Chicaroni, from the fan group “A Toca do Hobbit”, revived our smial – after almost 14 years – with the new name Heren Hyarmeno, using the correct Quenya genitive.

Em 2003-01-09, Claudio e eu, com a ajuda de Mary Farah e Carlos Eduardo Chicaroni, do grupo de fãs “A Toca do Hobbit”, revivemos nosso smial – após quase 14 anos – com o novo nome Heren Hyarmeno, usando o genitivo correto em Quenya.

Heren Hyarmeno 4

I have always actively defended that all materials left by J.R.R.Tolkien about his subcreated world should be published. In August 1982 I had written to Christopher Tolkien asking him for information on the customs of name-giving among the Eldar in Valinor, the etymologies of the names of certain rivers in Middle-earth and the calendars. In reply I received this personal letter from Rayner Unwin, the man who had reviewed The Hobbit as a 10-year-old and later proposed the names for the three volumes of The Lord of the Rings. The letter was an announcement of the forthcoming 12-volume History of Middle-earth.

Sempre defendi ativamente que todos os materiais deixados por J.R.R.Tolkien sobre seu mundo sub-criado deveriam ser publicados. Em agosto de 1982 eu havia escrito a Christopher Tolkien pedindo-lhe informações sobre os costumes de atribuição de nomes entre os eldar em Valinor, as etimologias dos nomes de certos rios da Terra-média e os calendários. Como resposta, recebi esta carta pessoal de Rayner Unwin, o homem que fizera uma resenha do Hobbit aos 10 anos de idade e mais tarde propusera os nomes dos três volumes do Senhor dos Anéis. A carta era um anúncio de The History of Middle-earth, mais tarde publicada em 12 volumes.

Heren Hyarmeno 5

I am replying on behalf of Mr. Christopher Tolkien as he now lives abroad and asks us to respond to the correspondence that comes to him concerning his father’s works on Middle-earth, to your letter of the 7th August. He is, as you will know, still actively engaged in preparing for the press a lot of his father’s earlier material and he is, therefore, reluctant to release any portions prematurely because they are inter-linked to an astonishing degree. All I can do, therefore, on his behalf is to say be patient and I hope each year a properly integrated volume of particular interest to enthusiasts will appear, starting probably next year, with the first of three two volumes comprising ‘The Book of Lost Tales’.

Estou respondendo em nome do Sr. Christopher Tolkien, uma vez que ele agora vive no estrangeiro e nos pede para respondermos à correspondência que lhe chega acerca das obras do seu pai sobre a Terra-média, à sua carta de 7 de agosto. Ele ainda está, como sabe, ativamente ocupado preparando para o prelo muitos dos materiais mais antigos do pai, e portanto reluta em divulgar qualquer das partes prematuramente, pois estão interligadas em grau espantoso. Tudo o que posso fazer em nome dele, portanto, é lhe pedir que tenha paciência, e espero que a cada ano seja publicado um volume adequadamente integrado, de interesse particular para os entusiastas, provavelmente começando no ano que vem com o primeiro de três dois volumes que formam “O Livro dos Contos Perdidos”.

Years later, in 1992, initiatives like this one already attracted much attention from the Brasilian public, and Tolkien’s biography was a work possessing a clear market.

Anos mais tarde, em 1992, iniciativas como esta já despertavam muito interesse do público brasileiro, e a biografia de Tolkien era uma obra que tinha mercado certo.

When The Silmarillion was published in Brasil, in late 1999, it became an editorial success among those who had learned to love Tolkien and his works. The talk on Middle-earth geography (the relation between Beleriand and Eriador) which I gave on 2000-01-21 attracted many fans to Livraria Martins Fontes.

Quando O Silmarillion foi publicado no Brasil, em fins de 1999, tornou-se um sucesso editorial entre os que haviam aprendido a amar Tolkien e suas obras. A palestra sobre a geografia da Terra-média (a relação entre Beleriand e Eriador) que dei em 2000-01-21 atraiu muitos fãs para a Livraria Martins Fontes.

Heren Hyarmeno 6

The celebration of JRRT’s “eleventy-first” birthday, which took place on 2003-02-01, drew a crowd of 3,000 people. The re-founding of HH was publicly announced. Claudio and I gave talks on Tolkienian themes.

A comemoração do “onzentésimo primeiro” aniversário de JRRT, realizada em 2003-02-01, atraiu uma multidão de 3.000 pessoas. A refundação da HH foi comunicada publicamente. Claudio e eu demos palestras sobre temas tolkienianos.

Heren Hyarmeno 7

[1ª foto: Ronald Kyrmse, Claudio Quintino, Mary Farah, Carlos Eduardo Chicaroni]

Heren Hyarmeno 8

[2ª foto: Mary Farah, Carlos Eduardo Chicaroni, Ronald Kyrmse, Claudio Quintino]

On 2003-11-06 I had the chance to meet Viggo Mortensen, who played Aragorn in the Peter Jackson movies.

Em 2003-11-06, tive a oportunidade de me encontrar com Viggo Mortensen, que interpretou Aragorn nos filmes de Peter Jackson.

Heren Hyarmeno 9

I asked him: “If J.R.R.Tolkien were alive, and you had the chance of meeting him, what would you say to him?”. Viggo thought a bit, then answered: “I guess ‘Thank you’”. He thought some more and added: “Or ‘Hannon le‘”. He remembered some of the Sindarin he had learned for acting in the movies…

Perguntei a ele: “Se J.R.R.Tolkien estivesse vivo, e você pudesse encontrar-se com ele, o que lhe diria?”. Viggo pensou um pouco, depois respondeu: “Acho que ‘Obrigado’”. Refletiu um pouco mais e acrescentou: “Ou ‘Hannon le‘”. Ele se lembrava de um pouco do Sindarin que aprendera para fazer os filmes…

  • Franz Brehme

    Emocionante! Eu estava no evento da Martins Fontes, bem como no 111º aniversário! Nostalgia total! :D

    Obrigado por compartilhar conosco esta história, Sr. Kyrmse!

    • Ronald Kyrmse

      Olá, Franz -
      Sempre é bom ter notícias dos “veteranos”. A esta altura considero veterano qualquer pessoa que tenha se interessado primeiro pelos livros, de preferência ainda antes do lançamento dos filmes de Peter Jackson.
      Um abraço – RK