Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

Por que Azog é chamado de Orc Branco (pálido)?

Michael Martinez é um dos mais conhecidos Tolkienistas (escritor de Tolkien). Michael é autor de Visualizing Middle-earth, Parma Endorion: Essays on Middle-earth, 3rd Edition, and Understanding Middle-earth: Essays on J.R.R. Tolkien’s Middle-earth.Suas colunas são conhecidas por todo o mundo, pois já foram traduzidas para oportuguês, espanhol, grego, italiano, húngaro, finlandês, hebraico, e outros idiomas.

Por que Azog é chamado de Orc Branco  (pálido)?

A questão também inclui: “Os Orcs não eram supostamente de pele negra? Por que Azog e o Rei Orc e seus seguidores são brancos?”. O Rei Orc é na verdade o Grão-Orc.

Assim, não devo falar pelo Peter Jackson e o seu equipe de criação, mas suspeito que os “Orcs comuns” de ambos “O Senhor dos Anéis” e “O Hobbit” (dois filmes de trilogias) foram escritos como de pele clara, no mínimo, para distingui-los do Uruk-hai de Isengard, que eram de fato Orcs de pele negra.

Nos livros Tolkien parece indicar que Azog era um Uruk:

Então Náin parou diante do Portão e gritou numa voz poderosa: — Azog! Se estiver aí dentro, saía! Ou será que o jogo no vale está duro demais?
Então Azog saiu, um grande orc com uma enorme cabeça coberta de ferro, e mesmo assim ágil e forte. Junto saíram muitos como ele, os lutadores de sua guarda…(Senhor dos Anéis, Retorno do Rei, Apêndice)
 

O tamanho de Azog, por si só, não convence a todos que ele era um Uruk, mas Sauron enviou os seus servos para habitarem as Montanhas Sombrias cerca de 300 anos antes, apenas uma geração de Uruks ou mais atacaram Ithilien (“Nos últimos anos de Denethor a raça dos Uruks, orcs negros de grande força, apareceram pela primeira vez fora de Mordor, e em 2475 eles varreram Ithilien e tomaram Osgiliath.”). Isso parece uma inferência razoável para mim, e também para identificar Azog e Bolg como Uruks, mas nem todos estão convencidos.

Azog é realmente GRANDE quando comparado com a maioria dos outros Orcs no filme; O Grâo-Orc é também enorme, mas de um modo diferente (ele é obviamente gordo e preguiçoso). Uma das preocupações diz respeito a pessoas que criam antecipações dos filmes “O Senhor dos Anéis” afirmando: era assim que os Orcs deveriam ser descritos. Algumas pessoas estavam preocupadas que os filmes poderiam ser acusados de racismo se Peter seguisse de perto as descrições de Tolkien (a maioria, se não quase todos os Orcs do livro são descritos com de pele escura ou negra).

Então, naturalmente, as pessoas podem assumir que Peter e sua equipe de criação retratram alguns dos Orcs com a pele branca a fim de neutralizar as preocupações com o racismo. Mas também me parece que eles podem usar cores diferentes de pele para ajudar o público facilmente distinguir os “Orcs comuns” dos Uruk-hai de Saruman. Nesse caso, fazer Azog e Bolg e outros Orcs de sua estatura e calibre de pele branca faz sentido, uma vez que mantem coerência com a trilogia “O Senhor dos Anéis” na qual um esquema de cores foi usado para distinguir os Elfos da Segunda Era e os Elfos da Terceira Era; também os Elfos de Valfenda são retratados com os cabelos escuros enquanto os Elfos da Floresta são retratados de cabelos dourados. Outras pistas visuais usadas para ajudar o público distinguir os grupos semelhantes de diferentes regiões, por exemplo, os Rohirrim vestem cotas de malha e os soldados de Gondor vestem armadura de meia-placa.

Estas distinções visuais podem chocar alguns, desnecessariamente, mas os filmes são de um ritmo acelerado e criar contrastes entre os vários grupos ajuda o público a seguir as sequências de ação. Assim, Azog ser denominado como “O Orc Branco” pode simplesmente ser um reconhecimento de distinções arbitrárias que os cineastas usaram para ajudar o público a evitar confusão. Além disso – foi um enredo cinematográfico interessante manter Thorin sem saber sobre o fato de que Azog ainda estava vivo.

————————————————————————————————————-

A tradução do texto foi realizada por Susane Soares e foi devidamente autorizada pelo  autor Michael Martinez. Tendo como original o texto “why is azog called the white orc?” publicado em 19 de dezembro de 2012 no seguinte site:http://middle-earth.xenite.org/2012/12/19/why-is-azog-called-the-white-orc/

facebooktwittergoogle_plusredditby feather
  • Roger Costa

    Salve, equipe do Tolkien Brasil!
    Adorei o artigo, parabéns!

    Eu gostaria de saber mais sobre a origem dos orcs. Vocês conseguem
    destacar algum trecho de O Silmarillion ou alguma carta em que o Tolkien
    esclarece isso?

    Muito obrigado.

  • Bruno Derkopist

    Eu acho que PJ de fato criou uma nova raça de orcs. Os orcs de pele branca, que são mais altos e fortes do que os convencionais e do que os próprios uruks. É só reparar em Azog, Bolg e esse novo general, barbado e cabeludo, que foi inicialmente reputado como o Bolg da nova trilogia.

  • Pingback: Bando de Hominho – Azog The Defiler pela The Bridge Direct | InterNerdZ()

  • http://www.facebook.com/rafael.bosson Rafael Bosson

    “O Rei Orc é na verdade o Grão-Orc”…GOBLIN ! ñ orc.

    • Guilherme

      É mas a diferença entre as duas raças não existia,apenas uma descrição que diferenciava os orcs de o senhor dos anéis dos do livro anterior como algo mais sombrio,a separação entre goblins e orcs foi feita na atualidade e nos filmes talvez para facilitar o entendimento do público pois orc e goblins um dia já foram sinônimos ou segundo alguns palavras para desginar seres semelhantes só que um com mais agressividade que o outro mas continuava sendo uma espécime de sinônimo.

  • ggabatista

    Acabei de encontrar o site, muito bacana.

    Engraçado que, para mim, colocar Azog como um grande orc branco foi uma referência invertida à Moby-Dick. Nele, Ahab caça a grande baleia branca que comeu sua perna. No filme, o grande orc branco caça o anão que cortou o seu braço.

    Lembrando que na trilogia foi inserido um capitão orc extremamente deformado, semelhante ao homem-elefante. Me parece que eles só estão procurando características para deixar os orcs mais memoráveis que não desviem muito da ideia original de Tolkien.

  • Tdre

    Foi um pouco decepcionante, vê-lo! Faltou também a parte dos trolls, que fora modificada também, quem faz os trolls perderem tempo discutindo o que fazer como os anões e o próprio Bilbo é Gandalf e não o Hobbit… mas no geral, mesmo que fosse uma adaptação “brasileira”, ainda sim valeria a pena só por ser uma adaptação Tolkien… Parabéns pela crítica!

    • http://twitter.com/EduardoLeon91 Eduardo Leon

      Você só pode estar brincando.. As coisas mudam de um livro pra um FILME. Ver o Gandalf enganando eles até o sol raiar seria estúpido, não crível e demorado pra um filme.
      E continuo achando o Azog a melhor adaptação que fizeram para o filme, já que o Hobbit não possui outro vilão fora o Smaug e ainda não sabemos o propósito do orc Bolg.

      • Guilherme

        Concordo plenamente,adaptações cinematográficas sempre tem alteração da história original da qual são baseadas não importa o quanto fiel seja o produtor,pois adaptar significa isso,modificar para o formato requerido,aí sabe-se que existe um público para cada tipo de arte,livros,cinema etc,para agradar ambos são necessárias modificações,até para dar mais dinâmica na história, da qual muitos não entendedores reclamaram sem saber que o livro era algo mais leve,para um público mais jovem e o filme conteve a sua devida ação,baseado em comparação com o conceito original do livro. E também concordo sobre Azog,oque fizeram nele no filme foi sensacional,isso é que é uma adaptação digna,manter o foco principal e mesmo com alterações nenhuma que comprometa a história.

  • http://twitter.com/EduardoLeon91 Eduardo Leon

    Show.
    Porém meu entendimento sempre foi de que Azog era apenas uma aberração da natureza. Um Orc que nasceu ou ficou grande demais. Um orc que, com certeza Uruk-Hai algum ousava enfrentar.

    • Olavo Vatrin

      Julgado apenas o filme.

      Assim como Peter diferenciou goblins e orcs no Senhor dos Aneis. Eu interpretei como os orcs de Dol Guldur e Gundabad como sendo mais antigos, talvez da Segunda Era, por isso eram diferentes dos Senhor dos Aneis. Que falam idioma dos homens e eram menores, o que poderia ser justificado pela pouca idade deles.

  • http://www.facebook.com/matheuswdc Matheus Ramos

    Mto Bom o Artigo