Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

A Realeza Britânica e J.R.R. Tolkien – por que não deve ser chamado de “Sir”

by Eduardo Stark

A monarquia britânica é talvez a mais conhecida no mundo ocidental. Cada passo da família real é observado pela imprensa do Reino Unido e internacional, ocorrendo até mesmo excessos dos paparazzi que chegaram a ocasionar a morte da princesa Diana que fugia do assedio.

Atualmente a figura mais marcante e a principal chefe da monarquia inglesa é a Rainha Elizabeth II, que é uma leitora e admiradora dos livros de J.R.R. Tolkien. E foi esse um dos motivos que proporcionaram ao professor a honraria de se tornar um integrante da Ordem do Império Britânico.

Mas, muitos se enganam achando que por ter recebido essa honra Tolkien poderia então ser chamado de “Sir J.R.R. Tolkien”. Somente aqueles que ocupam o posto de “Knight” (Cavaleiro) ou superior, pode ser chamado de “Sir” ou seu equivalente feminino “Dame”.

 

TOLKIEN

 

Entendendo a Ordem do Império Britânico

 

Most Excellent Order of the British Empire é uma ordem de cavalaria criada em 4 de Julho de 1917 pelo Rei Jorge V para premiar os cidadãos britânicos por relevantes serviços prestados. O lema da ordem é For God and the Empire (por Deus e pelo Império).

A Soberana da Ordem é naturalmente a Rainha Elizabeth II, abaixo dela está o cargo do Grão Mestre (Grand Master) ocupado atualmente pelo Príncipe Philip, Duque de Edinburgo. Abaixo dele está o posto de Rei das Armas (King of Arms) que é ocupado atualmente por Sir Peter Abbott.

Abaixo daqueles cargos existem as cinco classes da Ordem  que são:

  1. Knight Grand Cross ou Dame Grand Cross of the Most Excellent Order of the British Empire (GBE) – O Cavaleiro da Grande Cruz ou Dama da Grande Cruz é o posto mais alto que se pode chegar entre as pessoas comuns. São raramente concedidos e só podem ser indicados duas pessoas por ano para esse posto.São atribuídos a pessoas que realizaram algum trabalho excepcional, sendo digno da maior honraria na Ordem. Aqueles que receberem esse título podem ser chamados de “Sir” antes do pré-nome dos homens e “Dame” antes do pré-nome de mulheres.
  2. Knight Commander ou Dame Commander of the Most Excellent Order of the British Empire (KBE ou DBE) – O Cavaleiro Comandante e a Dama Comandante são títulos dados para aqueles que desempenharam um papel de alta relevância e respeito em um determinado campo de atuação. Quem receber esse título pode ser chamado de “Sir” (homens) ou “Dame” (mulheres).
  3. Commander of the Most Excellent Order of the British Empire (CBE) –  O título de Comandante é concedido para aqueles que desempenham um trabalho de excelência em um campo específico de atuação.Como foi o caso de J.R.R. Tolkien no campo da literatura e estudo das línguas. Quem tiver esse título não é chamado de “Sir”, mas apenas deve-se colocar as siglas “CBE” no final do nome, como exemplo “Mr. J.R.R. Tolkien CBE”.
  4. Officer of the Most Excellent Order of the British Empire (OBE) – O título de Oficial é dado aqueles que realizaram um trabalho de valor reconhecido. Utiliza-se as siglas “OBE” logo após o nome completo da pessoa.É o caso da escritora J.K.Rowling que deve ser tratada como “Miss. Joanne Rowling OBE”
  5. Member of the Most Excellent Order of the British Empire (MBE) – O ultimo e mais baixo título das cinco classes. É a demonstração de um reconhecimento dos trabalhos da pessoa.

Essa é a mais recente das ordens Britânicas de cavalaria, e também a maior, com mais de 100.000 membros vivos em todo o mundo.

A ordem é limitada a 300 cavaleiros e Damas da Grande Cruz, 845 Cavaleiros e Damas Comandantes e 8960 Comandantes. As outras classes não tem limitação quanto ao número de membros.

A mulher que se casa com um “Sir” tem o direito de ser chamada de “Lady”, mas o homem que é casado com uma “Dame” não poderá ser chamado de “Sir”, ou em caso de relação entre dois homens o segundo também não poderá ser chamado de “Sir”. Quem receber algum dos títulos mas não tiver cidadania Britânica deverá ser chamado apenas de “Cavaleiro Honorário”.

O ator Ian Mackellen, que interpreta o mago cinzento Gandalf nos filmes de O Senhor dos Anéis é chamado de “Sir”. Em uma entrevista no seu próprio site fala a respeito do que significa ser chamado de “Sir”:

“O Reino Unido, assim como a maioria das democracias, tem prêmios civis em reconhecimento da sociedade por relevantes serviços prestados em todas as áreas da vida. O título de cavaleiro é concedido pela Rainha, sob o conselho de seu governo, e carrega consigo uma medalha para ocasiões formais e um título para todos os dias. Minha citação foi: “por serviços nas artes cênicas”. Meu nome profissional continua o mesmo e eu não quero ser conhecido como Sir Ian exceto quando antes eu teria sido chamado Mr.McKellen. O título é para a vida, não é hereditária e não envolve pagamento ou responsabilidades”. (Fonte)

Ian Mackellen foi nomeado para receber o título de CBE em 1979 e em 1991 recebeu o título de cavaleiro KBE e por isso formalmente pode ser chamado de “Sir”.

O caso do ator Sir Christopher Lee, que interpretou o Saruman também é igual. Ele foi nomeado CBE em 2001 e em 2009 se tornou cavaleiro, então oficialmente ele pode ser chamado de “Sir”. Na solenidade o Príncipe Charles foi o responsável por conduzir a cerimônia e os rituais típicos como o de movimentar uma espada no ombro direito e esquerdo do súdito que se tornará um cavaleiro. Como na foto abaixo:

chirstopher lee

Ator Christopher Lee sendo nomeado cavaleiro pelo principe Charles

Ao receber o título Christopher Lee disse: “Toda uma nova carreira se abriu para mim quando eu fiz O Senhor dos Anéis e Star Wars. O que é realmente importante para mim é que, como um homem idoso, eu fui conhecido por minha própria geração e a próxima geração me conhece também.(Fonte)

O diretor Peter Jackson pode ser chamado de “Sir” por que foi investido como cavaleiro da Ordem do Mérito da Nova Zelândia (New Zealand Order of Merit) que é outra ordem diferente da de Tolkien, mas também tem como soberana a Elizabeth II, e também é rainha da Nova Zelândia.

 

Tolkien e os nobres ingleses

 

Sendo um professor de Oxford era comum Tolkien ter amigos que estivessem ligados a nobreza e monarquia de seu pais. Como exemplo havia dois Inklings que eram o Sir Percy Elly Bates e Lord David Cecil.

Até mesmo o editor dos livros O Hobbit e O Senhor dos Anéis, Sir Stanley Unwin, era um cavaleiro da Ordem do Império Britânico, com quem tinha muitos contatos com o professor Tolkien.

A família Real britânica apreciam os livros de Tolkien. Em outubro de 2012, o príncipe Charles (filho da Rainha Elizabeth II) visitou a Nova Zelândia para ver os sets de filmagens do filme O Hobbit e declarou ser fã dos livros de Tolkien. O príncipe William também se declarou fã das obras de Tolkien e conhecer muitas coisas sobre a Terra Média.

queen-elizabeth-ii

Rainha Elizabeth II

Tolkien e a Rainha Elizabeth II

 

A Rainha Elizabeth II tinha 11 anos na época que O Hobbit havia sido publicado pela primeira vez na Inglaterra pela editora George and Allen Unwin, em 1937. Por ser justamente a filha do Rei (e evidentemente com acesso a muitas coisas novas), provavelmente nessa época tenha tido acesso ao pequeno livro do professor de Oxford e como a maioria das crianças da época gostado muito.

Ela fez justamente parte da geração de pessoas que Tolkien escreveu O Hobbit que se tornou adulta na época em que O Senhor dos Anéis foi publicado. De fato, a Rainha Elizabeth II havia crescido e se tornado rainha e O Senhor dos Anéis ainda não havia sido publicado por Tolkien.

A Rainha Elizabeth II foi coroada em 2 de junho de 1953, em um dia que foi feriado nacional e o primeira coroação filmada em cores e acompanhada por completo pela televisão. Elizabeth II era uma jovem de apenas vinte e sete anos. No ano seguinte foi publicado O Senhor dos Anéis e passado algum tempo o sucesso da obra se espalhou pelo mundo.

Foi assim que, em 1 de Janeiro de 1972 foi publicado a lista de nomes que iriam receber os títulos pelos serviços prestados. E o nome de Tolkien constava na seção para “Commander” com a frase “For services to English Literature” (por serviços na Literatura Inglesa).

A notícia para Tolkien foi algo muito emocionante. Infelizmente sua esposa Edith não estava viva no momento, mas isso não impediu que ele tivesse uma certa empolgação com a indicação para receber o título.

Na época ele ficou sabendo que quem iria realizar o evento seria a Mãe Rainha, e não a própria Rainha Elizabeth II. Ele demonstrou que ficou descontente em não poder receber o título pelas mãos da própria Rainha. Até o momento ele havia visto pessoalmente a Mãe Rainha muitas vezes e a apenas uma vez a distancia conseguiu ver a Rainha Elizabeth II.

Em 2 de fevereiro de 1972, Tolkien escreveu para Dorothy Wood dizendo sobre a Rainha Elizabeth II “Eu sou um de seus servos devotos e um grande admirador dela, embora sua voz não seja uma de suas graças”.

Em 28 de Março de 1972 Tolkien foi ao Buckingham Palace, onde foi nomeado para o título de Commander of the Most Excellent Order of the British Empire. Na ocasião Tolkien levou dois de seus filhos o Padre John e sua única filha Priscilla.

Para comemorar, o Rayner Unwin organizou um jantar em homenagem a Tolkien no Garrick Club, e a Allen & Unwin o hospedou no Hotel Brown’s em Londres. Em agradecimento Tolkien escreveu a Carta 334, em que fala um pouco de sua impressão ao receber o CBE das mãos da Rainha:

“Graças à habilidade e gentileza de seu motorista, ambas as viagens foram feitas sem dificuldade. Dentro do Palácio, as cerimônias, especialmente para os “recebedores”, foram acompanhadas por um certo tédio (com um pouco de comicidade). No entanto, fiquei profundamente comovido pelo meu breve encontro com a Rainha e pelas nossas poucas palavras juntos. Bem diferente de qualquer coisa que eu esperava. Mas não direi mais nada sobre isso agora. Quem sabe eu tenha uma oportunidade de encontrá-lo enquanto a memória está fresca?”

Nessa ocasião Tolkien recebeu a medalha de Commander e teve o seu nome registrado junto com vários outros grandes nomes da sociedade britânica.

???????????????????????????????

 

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather
  • Jose Tiago de Gusmão Campos

    Tiago Gusmão

    • Jose Tiago de Gusmão Campos

      SIR Tiago Gusmão titulo recebido da Nobreza.