Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

RPG: Classes de personagens no mundo de Tolkien – Parte 3

Cleison “Silfer” Ferreira, ou Mestre Silfer, é mestre e jogador de RPG desde 2003, tendo jogado diversos sistemas como 3D&T, D&D e Daemon. Apaixonado por fantasia medieval, é um entusiasta das obras do Professor Tolkien e brinca de escritor nas horas vagas. email: cleisonsilfer@gmail.com

aragorn

O RANGER

Bem-vindos ao terceiro artigo da série que aborda as classes de RPG e os personagens de Tolkien.

Já comentamos sobre o Guerreiro e o Ladino. O artigo de hoje vai abordar a classe representada por mais alguns membros da Sociedade do Anel. Falaremos hoje do Ranger.

Ranger, também conhecido por Guardião, é um especialista em exploração de áreas selvagens. A função do Ranger é guardar a floresta e servir de guia para aqueles que se aventuram nessas áreas selvagens.

Os principais representantes dessa classe no universo de Tolkien são os guardiões do norte. E o principal guardião é Aragorn.

Analisando as ações do herdeiro de Isildur durante toda a saga do anel, vemos como age um verdadeiro Ranger. Aragorn é o guia dos hobbits no início da saga. Ele guia os pequeninos até o Topo do Vento, onde ele usa suas perícias para averiguar a segurança do lugar. Quando Frodo é atingido pela lâmina de Mordor, o guardião usa seu conhecimento de ervas para preparar um medicamento para a ferida. Vemos nesse ponto o uso de uma perícia que gera bastante confusão no d20. A perícia Cura tem como utilidade o que Aragorn fez: estancar o sangramento e manter a vítima com um baixo percentual de risco de morte. Aragorn também guia a Sociedade após a morte de Gandalf, mostrando a habilidade do Ranger que o permite se guiar em caminhos tidos como selvagens.

A caçada que Gandalf faz à Gollum, citada em A Sociedade do Anel é feita com a ajuda de Aragon. O Guardião usa toda sua perícia para seguir os rastros deixados pela criatura e no fim conseguir capturá-lo. Não tenho certeza se é descrito como Aragorn realiza a captura, mas tendo em vista que ele é um ranger, o mais provável é que tenha sido através de uma armadilha de caça.

Porém a cena mais clássica e que melhor representa a habilidade de um ranger é em As Duas Torres quando Aragorn usa sua habilidade de Rastrear para seguir a pista que o leva até onde Merry e Pippin foram carregados pelos orcs. E para completar, ele usa sua habilidade para ler com perfeição os rastros deixados para remontar o que aconteceu naquele lugar. Ali vemos como um ranger de verdade deve agir.

Outro membro da sociedade que podemos classificar como Ranger é Legolas. O elfo demonstra poucas habilidades de rastrear e medicinais. Mas sua ligação com o ambiente é bem próximo do que um ranger tende a ter. Legolas consegue ler sinais no ambiente a sua volta. Além disso, a forma com se movimenta, com agilidade e muitas acrobacias são características que rangers costumam ter. Quando a sociedade atravessa a montanha de Caradhras, Legolas caminha pela neve tranquilamente. Isso pode ser interpretado como uma habilidade que deriva do fato de Legolas ter vantagens neste tipo de terreno. Talvez por conhecê-lo bem.

Vale comparar também uma habilidade interessante do Ranger que é muito bem representada na trilogia O Senhor dos Anéis. A habilidade de combate do Ranger. No sistema d20, o Ranger precisa escolher sua especialização em combate entre combate com duas armas e arqueiria. E é exatamente isso que vemos nesses dois rangers: Aragorn demonstra habilidade de combate com duas armas. Ainda que ele utilize um arco dentro das Minas Moria, nem se compara a Legolas. O elfo tem uma maestria no uso de arco e flecha muito acima do comum. A agilidade e precisão de suas flechas são incríveis. Sendo assim, Aragorn é um ranger especializado em combater com duas armas enquanto Legolas se especializou em arqueiria. Inclusive, a capacidade de Legolas de atirar tantas flechas simultâneas deve provir dessa escolha, já que é uma das habilidades recebidas dentro de arqueiria.

Estes são os melhores exemplos de Ranger descritos por Tolkien. Ainda que Faramir demonstre algumas habilidades dessa classe, não irei encaixa-lo aqui. Aragorn e Legolas já nos dão detalhes suficientes dessa classe.

E então, o que acha que pegar alguns dados e rastrear alguns orcs por aí?

Dice and Roll!

Mestre Silfer

 

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather

Deixar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *