Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

Colecionando O Silmarillion

silmarillion

Por Pieter Collier, organizador do site tolkienlibrary.com

Tradução: Sérgio Ramos

Ao colecionarem os livros de Tolkien, muitas pessoas param quando O Hobbit e O Senhor dos Anéis estão nas prateleiras. Mas ainda há outro tesouro a ser explorado. Para muitos iniciantes é uma leitura difícil, mas é talvez o tesouro literário mais valioso para outros. Tentarei falar mais sobre este livro, O Silmarillion, sua origem e tudo sobre colecionar esta obra maravilhosa, variando desde edições limitadas a traduções.

O Silmarillion é, na realidade, o primeiro e último livro de Tolkien. Em origem, precede até mesmo O Hobbit, e é a história da Primeira Era da Terra-média de Tolkien. Ele nos mostra a história antiga que os personagens em O Senhor dos Anéis relembram, conversam, rimam e cantam a respeito. Tolkien trabalhou nele, alterou, e expandiu através de toda sua vida. Ele foi editado e publicado postumamente por seu filho Christopher Tolkien, com a assistência do escritor de ficção de fantasia Guy Gavriel Key para reconstruir algumas partes principais.

O Silmarillion combina cinco partes:

  1. O Ainulindalë – a criação de Eä, o universo de Tolkien.
  2. O Valaquenta – uma descrição dos Valar e Maiar.
  3. O Quenta Silmarillion – a história dos eventos anteriores e durante a Primeira Era.
  4. O Akallabêth – a história da Segunda Era.
  5. Dos Anéis de Poder e da Terceira Era

Estas cinco partes, originalmente em trabalhos separados, foram colocadas juntas e é assim que J. R. R. Tolkien teria gostado.

Capítulos do livro que eu gosto muito:

– “De Beren e Lúthien

– “O Narn i Chîn Húrin” – O Conto dos Filhos de Húrin

– “A Queda de Gondolin” – que é o meu preferido de todos os tempos

Desenvolvimento do texto

Os primeiros rascunhos das histórias de O Silmarillion datam de tão cedo quanto 1917, quando Tolkien, um oficial britânico servindo na França durante a Primeira Guerra Mundial estava acamado num hospital de campo militar com febre de trincheira. Naquele tempo, ele denominou a nascente coleção de histórias de The Book of Lost Tales (O Livro dos Contos Perdidos). Depois da guerra, ele tentou publicar algumas de suas histórias, contudo, muitas editoras o rejeitaram, alegando que sua obra era como “contos de fadas” inapropriados para leitura de adultos. Ele tentou mais uma vez após a publicação de O Hobbit em 1937; no entanto, naquele tempo também, O Silmarillion foi considerado complicado demais. Pediram a Tolkien para escrever uma sequência para O Hobbit, o que se tornaria seu significativo romance O Senhor dos Anéis.

Mas Tolkien nunca abandonou seu livro. Ele considerava O Silmarillion o mais importante de todas as suas obras, vendo em seus contos não apenas a gênese da Terra-média e eventos posteriormente contados em O Hobbit e O Senhor dos Anéis, mas o núcleo de seu legendarium. Ele continuou a trabalhar nele pelas próximas décadas, revisando e retrabalhando suas ideias, até sua morte em 1973.

Depois da morte de Tolkien

Por muitos anos após a morte de seu pai, Christopher Tolkien trabalhou através da quantidade de papéis escritos por seu pai para criar um todo coerente, consistente e cronológico. Em algumas das partes finais do “Quenta Silmarillion”, os quais estavam em estado mais bruto, ele trabalhou com o autor de fantasia Guy Gavriel Kay para construir uma narrativa praticamente do nada. O resultado final, que incluiu genealogias, mapas, um índice e a primeira lista publicada de nomes élficos foi publicado em 1977.

 

Colecionando “O Silmarillion

Desde sua publicação, O Silmarillion está disponível em diversas formas. É possível começar a colecionar cada impressão de O Silmarillion. Embora esteja se tornando um grande trabalho, é ainda muito mais fácil do que colecionar cada Hobbit por aí. Outra trilha interessante a seguir. Não apenas por causa das línguas, mas principalmente por causa das ilustrações esquisitas que você irá encontrar. Além disso, há a expectativa de se fazer muitas novas amizades. É difícil começar esse tipo de coleção sem fazer novos amigos. É claro que há muitas edições de capa dura e muitas mais interessantes em paperback de O Silmarillion, mas poucas são realmente escassas. A maioria delas é fácil de se encontrar e um tanto barata de se comprar. Há, por outro lado, verdadeiros tesouros que são difíceis de achar, tais como Silmarillion´s limitados, de luxo e autografados. Eu apresento uma lista curta abaixo para mostrar algumas cópias legais. Sei que não mostrarei a primeira edição americana de O Silmarillion, talvez porque seja, creio eu, a mais comum no mercado, e de nenhum valor colecionável especial. No entanto, é minha própria cópia para leitura!

Edições diferentes de “O Silmarillion

 

1 1977-silmarillionEsta é a primeira edição de O Silmarillion publicada em 1977 por George Allen & Unwin. Ela veio em capa dura e com uma capa protetora (dust jacket).

Antes da publicação circulou uma cópia modelo do livro. Foi distribuída a livreiros para solicitação de encomendas. De vez em quando, uma cópia modelo aparece no mercado. Duas variantes foram vistas – uma com as páginas impressas até a 32, e outra com as páginas impressas até a 35. O resto das páginas e o mapa inserido ao final estão sem numeração. Eu vi uma cópia modelo sendo vendida por 250$, mas também por 950$. Hoje em dia, a maioria dessas cópias está parada em coleções de Tolkien tornando-as bem raras. Por causa do aumento da demanda pelo Silmarillion durante o processo de impressão, houve diferentes impressões envolvidas. A parte divertida é colecionar todas as primeiras edições das diferentes editoras: Billing & Sons, Clowes & Sons, University Press, Unwin Brothers e a edição da Book Club Associates (BCA) e também a de Clawes and Sons. Ao lado de todos esses livros que têm a mesma aparência, mas têm pequenas diferenças, existe também uma edição de exportação. Esta difere das outras porque falta o preço. Também aqui duas versões diferentes foram vistas. Eu espero que um dia alguém consiga apontar todas as mínimas diferenças e faça uma lista final das impressões. Até lá, boa coleção! O desafio está lançado.

2 1978-tolkienlibrarybO que você não vê com frequência é este box, chamado “The Tolkien Library” por George Allen & Unwin. Só o nome (o mesmo nome do site onde este artigo foi escrito) já é divertido, mas também se tornou muito escasso. Por dentro, são todos de capa dura e a slipcase mostra uma ilustração de J. R. R. Tolkien e a renomada última fotografia de Tolkien tirada por Billet Potter.

No slipcase está uma 4ª edição de O Hobbit e uma 1ª edição, 4ª impressão de O Silmarillion junto com uma 2ª edição de O Senhor dos Anéis.

Enquanto o box foi feito em 1978, eu já vi alguns datados de 1978 a 1981.

 

3 1981-guildb

O Silmarillion Guild de 1981 da Editora Guild é um belo Silmarillion. Especialmente em combinação com os outros livros da Terra-média no mesmo estilo. Eu sempre pego esta edição para ler para meus filhos. Ela parece mágica para eles. É muito comum e foi reimpressa em 1985 e 1989. Eu estava pensando em não adiciona-la à lista, mas como já me perguntaram várias vezes sobre ela, resolvi lista-la mesmo assim.

Muito colecionável é a Edição Limitada de O Silmarillion feita em 1982 pela George Allen & Unwin. Clowes & Sons tinha mantido as primeiras 1.000 cópias da primeira edição fora de impressão em4 0f-1-b 1977 para criar esta edição limitada, 100 das quais foram autografadas por Christopher Tolkien.

Elas foram encadernadas em couro vermelho com uma slipcase para combinar. Uma coisa que o torna ainda mais interessante é que acredita-se que nem todas as 1.000 cópias foram encadernadas e lançadas.

Duas variantes da placa de limitação foram vistas – uma numa folha integral e a outra colada no papel da frente. Quando estes livros aparecem no mercado, esteja pronto para pagar uma boa grana, mais de 1.000$. Mas você pode dar sorte e pagar menos do que isso.

Este é um belo livro para colecionadores de traduções. A edição polonesa de O Silmarillion publicada em 1985 pela Czytelnik. É em capa dura com placas de pano verde. O valor colecionável reside nas ilustrações bem estranhas. Você já viu uma galinha e um ovo na capa de um Silmarillion?

Em 1998, a Harper Collins publicou O Silmarillion. Uma edição de luxo ilustrada por Ted Nasmith. Foram feitas apenas 500 cópias e todas foram autografadas por Ted Nasmith e Christopher Tolkien. Este é um livro que aparece no mercado ainda frequentemente, mas logo desaparece na maioria das coleções de Tolkien. Quantas vezes você consegue um livro autografado por Christopher Tolkien? As oportunidades são muito raras.

 

7 DSC00001a2

O Silmarillion em outra bela edição de luxo foi feito em 2002 pela Harper Collins. Uma capa dura, envolta em couro com um slipcase e limitado a 1.000 cópias, batendo em tamanho e design com as edições limitadas da Harper Collins de O Hobbit, O Senhor dos Anéis e a série The History of Middle-earth. Ele tem o grande símbolo do Silmarillion estampado em dourado nas capas. Alojado numa slipcase original com o mesmo símbolo dourado, combinando com o design dourado no livro e apresentando bordas douradas. Inclui parte de uma carta para Milton Waldman.

Mais uma vez, não tão colecionável, mas ainda assim muito interessante é a 2ª edição ilustrada de O Silmarillion feita em 2004 pela Harper Collins, ilustrada por Ted Nasmith. É um pouco mais grossa do que o outro Silmarillion, pois inclui nada mais que 48 pinturas totalmente coloridas de Ted Nasmith. Estou tão feliz em ver essa segunda edição com a arte de Nasmith… Hoje em dia, com os filmes, só falam de Alan Lee. Eu sempre gostei do trabalho de Nasmith e eu vi algumas das pinturas que foram incluídas… É uma edição maravilhosa!

8 2004-illustratedb

Eu sei que faltaram algumas das edições colecionáveis de O Silmarillion, ainda assim abordei uma boa seleção. Sempre que quiser adicionar alguma coisa ou quiser escrever uma resenha, por favor me envie!

Referências

  • J.R.R. Tolkien: A Descriptive Bibliography by Wayne G. Hammond, com assistência de Douglas A. Anderson.
  • Book and Magazine Collector, fevereiro 1992, No.95
  • The Silmarillion, Wikipedia, the free encyclopedia.
  • The Silmarillion, de Tolkienbooks.net

*Artigo original em inglês publicado em: http://www.tolkienlibrary.com/reviews/silmarillion.htm. Agradecemos a Pieter Collier por gentilmente dar a permissão para traduzir e publicar.

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather
  • Emanoela Maddox

    Olá, seu que não sou tão fã dos livros. Mas queria saber uma duvida. A 1 edição aqui no brasil de O Silmarillion esta na data de 1977 pela editora europa-america ??