Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

Transcrição do texto – Tolkien em Oxford (por Ronald Kyrmse)

Ronald Kyrmse é membro da Tolkien Society e do grupo de estudos dos idiomas élficos "Quendili", estudioso de Tolkien há mais de 30 anos e membro fundador do primeiro grupo de entusiastas tolkienianos do Brasil, tendo colaborado como consultor ou tradutor em quase todas as publicações de Tolkien no Brasil.

Ronald Kyrmse é membro da Tolkien Society e do grupo de estudos dos idiomas élficos “Quendili”, estudioso de Tolkien há mais de 30 anos e membro fundador do primeiro grupo de entusiastas tolkienianos do Brasil, tendo colaborado como consultor ou tradutor em quase todas as publicações de Tolkien no Brasil.

Por: Ronald Kyrmse.

Editado por: Sérgio Ramos*.

Publicado em: 30/03/2016.

Apresentamos, a seguir, mais um material produzido por Ronald Kyrmse para os entusiastas sérios de Tolkien no Brasil. Trata-se de uma transcrição de um papel escrito por Tolkien para um documentário produzido pela rede de TV britânica BBC.

 Segundo Ronald Kyrmse:

Em 1968 a BBC apresentou um documentário sobre JRRT chamado Tolkien in Oxford. Para esse filme, pediram que o autor preparasse um título em caracteres élficos. Com sua habitual boa vontade e precisão, ele aprontou uma página contendo essa expressão em inglês e em quenya, grafada em tengwar em ambos os casos. A folha escrita por Tolkien foi posta em leilão pela Christie’s.

Tolkien in Oxford foi gravado entre os dias 05 e 09 de fevereiro de 1968 e foi ao ar em 30 de março de 1968.

J. R. R. Tolkien até escreveu uma carta para Donald Swann (o artista que musicalizou seus poemas em “The Road Goes Ever On”) relatando sua experiência na gravação do documentário. Entre outras coisas ele falou:

E me fizeram comparecer a uma exibição de fogos de artifício – uma coisa que eu não fazia desde que eu era um menino. Fogos de artifício não possuem relação especial comigo. Eles aparecem nos livros (e teriam aparecido mesmo se eu não gostasse deles) porque são parte da representação de Gandalf, portador do Anel de Fogo, o Inflamador: o aspecto mais infantil mostrado aos Hobbits sendo os fogos de artifício.

(J. R. R. Tolkien – Carta para Donald Swann, 29 de fevereiro de 1968)

É possível ver as imagens do referido documentário aqui:

Veja abaixo uma imagem dessa página escrita por Tolkien (em baixa resolução):

Tolkien in Oxford.

Tolkien in Oxford.

Agora, com a transcrição aqui apresentada por Ronald Kyrmse, podemos ver com clareza o que estava escrito no papel trabalhado por Tolkien. Confira (clique na imagem):

Transcrição feita por Ronald Kyrmse (clique para ampliar).

Transcrição feita por Ronald Kyrmse (clique para ampliar).

A grande importância desse documento, além de conter a língua e escrita élficas criadas por Tolkien, óbvio, é explicada por Kyrmse:

Acho que o mais interessante é que ficamos sabendo – ao que me conste apenas graças a esta peça! – como se diz Tolkien e Oxford em quenya: Arcastar e Mondósarë respectivamente.

Agradecemos a Ronald Kyrmse por disponibilizar mais este item para os seguidores do Tolkien Brasil.

*Sérgio Ramos é membro da Tolkien Society e administrador do Tolkien Brasil. Servidor público, artista marcial e entusiasta de histórias de heróis.

*Sérgio Ramos é membro da Tolkien Society e administrador do Tolkien Brasil. Servidor público, artista marcial e entusiasta de histórias de heróis.

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather

Deixar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: