Saiba mais sobre O Hobbit, Senhor dos Anéis…

Como se escreve “O Senhor dos Anéis” em Quenya?

 

Escrevemos esse artigo em resposta ao leitor do site Walter Bastilho que nos enviou o pedido (via inbox no facebook AQUI) de que gostaria de saber como se escreve O SENHOR DOS ANÉIS nas línguas élficas, usando o alfabeto tengwar, pois queria fazer uma tatuagem. Pediu que fosse mostrado algo mais fiel possível ao que Tolkien havia escrito.

Importante ressaltar que é sua inteira responsabilidade o uso de seu corpo, não nos responsabilizamos por nada relativo a isso. Apresentamos apenas as conceituações e formas de escrita e sugestões para que você tenha uma decisão razoável sobre o assunto.

E então aproveitando nossa comemoração de 60 anos de lançamento de O Senhor dos Anéis, fizemos esse artigo com informações sobre o assunto. Esperamos que gostem.

 

elves

 

————-

 

Muitas pessoas gostam de fazer tatuagens com expressões e imagens que lembram alguma coisa dos livros ou filmes relacionados a Tolkien. Algumas preferem usar os alfabetos (em especial o Tegwar) para escrever seus nomes e frases.

Contudo, em se tratando de línguas criadas por Tolkien, deve-se ter um cuidado especial. As línguas não foram totalmente desenvolvidas, havendo uma grande lacuna em seu vocabulário, o que impossibilita que se forme algum tipo de língua falada ou escrita como as línguas reais. (veja ao artigo sobre se é possível falar élfico AQUI)

Diante da ausência de palavras e de uma gramática formada, os fãs tomaram a liberdade de criar e desenvolver seus próprios livros e cursos de línguas élficas tentando tomar como base o que foi criado por Tolkien (veja esse vídeo AQUI ). Mas, essas criações apresentam muitas variações questionáveis e não trazem uma segurança em relação a fidelidade, já que são produto de derivações não realizadas pelo professor Tolkien.

Assim, é interessante buscar sempre algo que o professor Tolkien já tenha escrito e desenvolvido, pois a segurança é ampliada, já que tal palavra se não for a definitiva ao menos é uma criação feita pelo próprio professor Tolkien e não por um terceiro.

Além dessa ausência de vocabulário, existe ainda o problema de que algumas dessas palavras sofreram muitas variações ao longo de seu desenvolvimento e não foram definitivamente terminadas. É o caso de O SENHOR DOS ANÉIS, que apresenta algumas variações.

sauron, senho do escuro

sauron, o senhor dos anéis

 

CONCEITO DE “O Senhor dos Anéis”

 

O termo “O Senhor dos Anéis” é um nome dado ao Sauron, o senhor do escuro de mordor. Parece ser um título antigo e seu significado conhecido por pessoas mais instruídas, tal como o elfo Glorfindel e o mago Gandalf.

Existem basicamente três menções do termo no livro. A primeira o nome é mencionado no singular por Pippin, que o atribui o título de Senhor do Anel para o Frodo, porém Gandalf o repreende e corrige dizendo que esse é o nome de Sauron:

Abram alas para Frodo, Senhor do Anel!

— Pssiu! — fez Gandalf, que estava entre as sombras na parte de trás do alpendre.

— Coisas maléficas não entram neste vale, mas mesmo assim não devemos nomeá-las. O Senhor do Anel não é Frodo, mas o Senhor da Torre Escura de Mordor, cujo poder está de novo se espalhando pelo mundo! Estamos numa fortaleza. Lá fora está ficando escuro”. (ver em O Senhor dos Anéis, A Sociedade do Anel, livro II, capítulo I, “Muitos Encontros”).

A expressão também foi utilizado por Gandalf, informando que os Cavaleiros Negros eram servos de Sauron: “Na verdade, mencionei-os uma vez a você, pois os Cavaleiros Negros sãos Espectros do Anel, os Nove Servidores do Senhor dos Anéis” (ver em O Senhor dos Anéis, A Sociedade do Anel, livro II, capítulo I, “Muitos Encontros”).

O elfo Glorfindel também usa o termo: “Não poderíamos levar-lhe o Anel sem que isso fosse objeto de suspeita ou observação de algum espião. E, mesmo que pudéssemos, mais cedo ou mais tarde o Senhor dos Anéis saberia do esconderijo, e avançaria com todo o seu poder naquela direção” (ver em O Senhor dos Anéis, A Sociedade do Anel, livro II, capítulo II, “O Conselho de Elrond”).

O nome foi dado ao livro de J.R.R. Tolkien, cujo primeiro volume foi publicado em 29 de Julho de 1954.

MODO INGLÊS

 

Utilizando o alfabeto Tengwar é possível serem escritas palavras em inglês. O próprio Tolkien diversas vezes escreveu em inglês usando o alfabeto dos elfos. Pode se ver em  O Senhor dos Anéis, logo no início do livro nas bordas.

“O SENHOR DOS ANÉIS” no Brasil e em Portugal é o nome traduzido literalmente do inglês “THE LORD OF THE RINGS”.

Na publicação do Catalogue of an Exhibit of the Manuscripts of J.R.R.T em 1984, pela primeira vez foi publicado a expressão “O Senhor dos Anéis” no modo inglês. Dessa forma:

the lord of the rings tengwar

Mantendo a coerência do sistema de escrita, na dedicatória do livro O Senhor dos Anéis feita para Simonne d’Ardenne, o professor Tolkien escreveu “The Return of the King” usando tengwar do mesmo modo.

HERU I MILLION

 

Na publicação do Catalogue of an Exhibit of the Manuscripts of J.R.R.T em 1984, pela primeira vez foi publicado a expressão “O Senhor dos Anéis” em élfico Quenya.

heru i million

Heru: significa “Senhor” ou “mestre”. Também utilizada no nome do rei numenoriano “Tar-Herunúmen” (Senhor do Oeste). Em Latim a palavra “Herus” tem o mesmo sentido de “Senhor”, “dono” e em Alemão “Herr” também tem o mesmo significado.

I : Pode significar tantoo” como “do”.

Million: Equivale a “dos Anéis”

Não se sabe ao certo a data em que Tolkien escreveu “Heru I million”, provavelmente tenha sido na década de 50 ou 60 do século XX, em uma de suas dedicatórias nos volumes de O Senhor dos Anéis.

Com a publicação do catálogo em 1984, durante muito tempo os fãs só conheciam essa forma de se escrever O Senhor dos Anéis em Quenya, acreditando que fosse a única versão.

 

I TÚRIN I CORMARON

 

Em Abril de 2009, uma pessoa colocou a venda pelo ebay, a segunda edição inglesa de O Senhor dos Anéis assinada por J.R.R. Tolkien para Philip Brown. Junto com o livro vinha um cartão postal escrito a caneta tinteiro pelo Tolkien.

Nesse cartão Tolkien se referiu ao Senhor dos Anéis como sendo “I Túrin I Cormaron”:

turincormaron

Tolkien não deixou uma forma escrita desse termo em Tengwar. Mas utilizando o modo Quenya apresentado nos apêndices de O Senhor dos Anéis, O Retorno do Rei, pode-se ver algo assim:

the lord of the rings tengwar1

 

I : Pode significar tantoo” como “do”.

Túrin: Significa “Senhor”. É o primeiro nome do filho de Húrin.

I : Pode significar tantoo” como “do”.

Cormaron: “dos Anéis”

Esse cartão postal foi escrito e assinado em 30 de Maio de 1973. Tolkien viria a falecer em Setembro do mesmo ano. Assim, essa parece ser a versão mais recente que se pôde encontrar, sendo possivelmente a mais próxima de algo definitivo.

A utilização de “I Túrin I Cormaron” por Tolkien não parece excluir o uso de “Heru I million” já que em uma língua há palavras que podem ser escritas de forma diferente.

CONCLUSÃO

É complicado definir qual seria versão definitiva sobre como escrever “O Senhor dos Anéis” em élfico Quenya. Há duas versões, sendo uma versão anterior (Heru i million) e outra mais tardia (i túrin i Cormaron). Entende-se que a versão mais tardia pode se aproximar mais do desejo final de Tolkien, já que foi sua última escolha, porém ela não foi escrita em tengwar pelo próprio Tolkien.

Facebooktwittergoogle_plusredditby feather
  • Eruanno O Anão

    Quanto a tradução I Túrin i Cormaron, Túrin pode ser uma palavra derivada do verbo Quenya “tur”- que quer dizer governar, controlar, empenhar. Cormaron é nitidamente uma palavra composta ou uma palavra especialmente feita para representar os anéis de poder.

  • Eruanno O Anão

    Gostaria de deixar aqui o tradutor online de Tengwar, acha que ele é razoavelmente confiável, mas como o próprio texto acima diz as fontes podem variar
    http://tengwar.art.pl/tengwar/ott/start.php?l=en