Palestra "O Simbolismo dos Contos de Fadas" por Lúcia Helena Galvão

Fairy-tale

A Palestra sobre o “Simbolismo dos Contos de Fadas” foi  ministrada pela professora Lúcia Helena Galvão, em um evento promovido pela Nova Acrópole e disponibilizado o vídeo para o site Tolkien Brasil.

Nova Acrópole é uma organização internacional de caráter filosófico, cultural e social.
Lúcia Helena Galvão é vice-presidente da Nova Acrópole do Brasil, escola de filosofia à maneira clássica. Para mais informações acesse:http://www.nova-acropole.org.br/

A brilhante palestra narra a origem dos contos de fadas, os seus primeiros contos e como esse tipo de histórias evoluiu na humanidade.

A palestra serve como um verdadeiro guia para aqueles que acabaram de comprar o livro “Árvore e folha”  de J.R.R.Tolkien, lançado recentemente pela editora Wmf Martins Fontes. Nesse livro há um ensaio escrito pelo próprio Tolkien que trata sobre os Contos de Fadas, seu conceito, estrutura, propósito etc.

 

 
Se você gostou do vídeo, não se esqueça de se inscrever em nosso canal e acompanhar as novidades em vídeo por lá:http://www.youtube.com/tolkienbrasil
Ou você pode nos acompanhar pelas redes sociais:
Facebook Grupo: http://www.facebook.com/groups/tolkienbrasil/
Facebook fanpage: http://www.facebook.com/Tolkienbrasil1
Twitter: https://twitter.com/TolkienBrasil

By

Eduardo Stark
Eduardo Stark
Leitor das obras das J.R.R. Tolkien por mais de vinte anos. Membro e apoiador de diversas instituições de promoção internacional das obras de Tolkien e C.S. Lewis. Tais como: The Tolkien Society, C.S. Lewis Society, The Mythopoeic Society, Newman Association, Viking Society dentre outros.
Advogado e Professor.

= Email: tolkienbrasil@gmail.com
= Canal sobre livros clássicos: https://youtube.com/tresvias
= Canal sobre tolkien: https://youtube.com/tolkienista

2 comentários para Palestra "O Simbolismo dos Contos de Fadas" por Lúcia Helena Galvão

  • Mateus  says:

    Uma palestra sem dúvida interessante, mas pode dar ao recente leitor de Árvore e Folha a ideia de que o que Professor Tolkien se referiu é exatamente o que a professora está dizendo, o que é equivocado. A professora evoca a filosofia para a compreensão das ideias de Tolkien em Tree and Leaf, mas pode não ser a melhor forma de analisá-las já que no decorrer do ensaio professor Tolkien se esquiva de argumentações filosóficas, e declara isso em alguns momentos. O ensaio é uma obra magnífica no âmbito de teoria literária, e de certo ponto em teologia também (principalmente no conceito de Subcriação). A professora nessa incrível palestra demonstra a visão filosófica acerca da obra que não é a visão de Tolkien, como ele mesmo se atribui os poderes de Humpty Dumpty num momento do ensaio: “O que estou dizendo é exatamente o que quero dizer, nem mais, nem menos.”.

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>